Efeitos da associação da acepromazina, midazolam e quetamina sobre a pressão intra-ocular em cães

Eunice Yuriko Tamura, Paulo Sergio Moraes Barros, Denise Tabacchi Fantoni, Silvia Renata Gaido Cortopassi

Resumo


Neste estudo avaliou-se, comparativamente, a açãodas associações acepromazina/midazolam/quetamina eacepromazina/quetamina sobre a pressão intra-ocular.Para tanto foram utilizados 30 cães de diferentes raças eidades, com peso variando entre 7 e 15 kg. Os animaisforam distribuídos, aleatoriamente, em dois grupos; os dogrupo I receberam a associação de acepromazina/· midazolam/quetamina e os do grupo 11 acepromazina/quetamina. Foram avaliadas a freqüência cardíaca; a pressãoarterial sistólica, média e diastólica e a pressão intraocularantes da medicação pré-anestésica (MPA); 5 min.após a MPA; 1 min. após a indução; 1 min. após aintubação e aos 3 min. após a administração de halotano.Através da análise estatística dos resultados concluiu-seque a quetamina em doses usuais e precedida deacepromazina ou de acepromazina/midazolam não promovealteração sobre a pressão intra-ocular podendo serrecomendada como agente indutor da anestesia em cães submetidos às cirurgias intra-oculares.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV