Soroprevalência de Maedi-visna em rebanhos ovinos do estado do Maranhão, Brasil

Whaubtyfran Cabral Teixeira, Edísio Alves Nascimento, Sérgio Alves Nascimento, Maria Fernanda Vianna Mavulo, Huber Rizzo, Jean Carlos Ramos da Silva, Roberto Soares de Castro

Resumo


Apesar de ter sido relatada em vários Estados, não há informação sobre o Vírus da Maedi Visna (MVV) no Maranhão, e com o crescimento de sua ovinocultura, aumenta o fluxo de animais de outras regiões. Com isso objetivou-se determinar a soroprevalência do MVV em rebanhos ovinos das três principais mesorregiões produtoras do Estado do Maranhão, através da pesquisadas de 1.495 amostras sanguíneas de ovinos, com idade superior a seis meses, pertencentes a 83 rebanhos de 23 municípios das mesorregiões Cento, Leste e Norte. O diagnóstico sorológico da infecção pelo vírus MVV foi realizado por meio do teste de imunodifusão em gel de ágar (micro-IDGA). Constatou-se uma prevalência geral de 0,7% (IC95%:0,4-1,3%) de ovinos soropositivos e prevalências nas mesorregiões Centro, Leste e Norte de 0,5% (IC95%:0,1-1,4%), 0,7% (IC95%:0,2-1,8%) e 1% (IC95%:0,3-2,4%) respectivamente. Em relação à variável sexo, não foi observado diferença significativa (P>0,05) entre machos (0,5%, IC95%:0-2,7%) e fêmeas (0,8%, IC95%:0,4-1,4%), assim como quanto a genética comparando ovinos de raças puras (1,5%, IC95%: 0,4-8,1%), mestiços (1%, IC95%:0,4-2,0%) e SRD (0,3%, IC95%:0,04-1,1%). A análise quanto a idade não demonstrou diferença significante (P>0,05). Conclui-se que a infecção pelo MVV está presente em ovinos das mesorregiões estudadas, sendo este o primeiro registro desta enfermidade no Estado do Maranhão. Considerando a baixa prevalência é necessário evitar a introdução e a propagação do vírus entre os rebanhos, através da exigência de testes negativos para MVV e descarte dos ovinos positivos.

 


Palavras-chave


epidemiologia, imunodifusão em gel ágar, lentiviroses, pequenos ruminantes, pneumonia progressiva ovina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV