A FORMAÇÃO HUMANA NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO: O QUE DIZEM AS PESQUISAS

Autores

  • Crislaine Drago

DOI:

https://doi.org/10.22409/tn.15i28.p9643

Palavras-chave:

Formação humana, ensino médio integrado, educação profissional.

Resumo

Neste trabalho, pretende-se apresentar uma análise sobre as discussões acerca da formação humana no Ensino Médio Integrado (EMI), constantes em artigos, dissertações e teses publicados no Repositório da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) entre os anos 2000 e 2015. A partir dos dados coletados, a pesquisa busca traçar um panorama das concepções de formação humana presentes nas publicações que tratam desta forma de oferta de educação básica, evidenciando seus fundamentos teóricos a respeito da formação humana no processo de integração entre ensino médio e educação profissional no Brasil. As conclusões do estudo revelam que o Ensino Médio Integrado é marcado pela dualidade estrutural e que sua materialidade, embasada numa concepção de educação politécnica, ainda não se efetivou na sociedade brasileira. Parte disso se deve às discussões ainda restritas sobre esta temática. Porém, apesar das limitações impostas pelo sistema capitalista, o EMI se constitui como possibilidade de formação emancipatória da classe trabalhadora, contribuindo para o desenvolvimento de sua autonomia e participação cidadã na busca por uma sociedade mais democrática.

Downloads

Publicado

2018-06-28

Como Citar

Drago, C. (2018). A FORMAÇÃO HUMANA NO ENSINO MÉDIO INTEGRADO: O QUE DIZEM AS PESQUISAS. Revista Trabalho Necessário, 15(28), 90-107. https://doi.org/10.22409/tn.15i28.p9643

Edição

Seção

Artigos