Revista Trabalho Necessário https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario <p><strong>Trabalho Necessário - ISSN 1808-799X</strong> é uma publicação quadrimestral do Núcleo de Estudos, Documentação e Dados sobre Trabalho e Educação - NEDDATE, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e à Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense – UFF. Publica resultados de pesquisas e estudos sobre mundo do trabalho, formação humana e relações históricas entre trabalho e educação. É dirigida a professores, pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação, especialmente das áreas das ciências sociais e humanas. </p> pt-BR <p>DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL</p><p>Esta Revista é licenciada por Creative Commons (Atribuição 4.0 Internacional). </p><p>O processamento e a publicação dos trabalhos não implicam em nenhum tipo de custo para os autores.</p><p>Os autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</p><p>DECLARACIÓN DE DERECHO AUTORAL</p><p>Esta revista es licenciada por Creative Commons (Atribuición 4.0 Internacional).</p><p>Lo procesamiento y la publicación de los trabajos no implica en ninguno tipo de costo para los autores.</p><p>Los autores tienen permiso para asumir contratos adicionales separadamente, para distribución no exclusiva de la versión del trabajo publicada en esta revista (ej.: publicar em repositorio institucional o como capítulo de un libro), con reconocimiento de autoria y publicación inicial en esta revista.</p><p>DECLARATION OF COPYRIGHT</p><p>The Journal is licensed by Creative Commons (Attribution 4.0 International).</p><p>Processing and publication of the work do not imply any cost to the authors.</p><p>The authors are allowed to take on additional contracts separately, non-exclusive distribution of the version of the paper published in this journal (ex.: publish in institutional repository or as a chapter of a book), with an acknowledgment of its initial publication in this journal.</p><p> </p><p align="center"><strong>Termo de Transferência de Direitos Autorais</strong></p><p>Como condição para a submissão, os autores devem declarar a autoria do trabalho e concordar com o Termo de Cessão de Direitos Autorais, marcando a caixa de seleção após a leitura das cláusulas. </p><ul><li>Declaro que participei da elaboração do referido artigo / resenhas ou de outros elementos para a composição das seções da Revista <em>TrabalhoNecessário-TN</em>, em parte ou no todo; que não omiti qualquer ligação ou acordo de financiamento entre os autores e instituições ou empresas que possam ter interesses na publicação desse trabalho;</li><li>Declaro tratar-se de texto original, isento de compilação, em parte ou na íntegra, de minha autoria ou de outro(os) autor (es) e que segui(mos) as diretrizes (normas e instruções) para os autores;</li><li>Declaro que o texto não foi enviado a outra revista (impressa ou eletrônica) e não o será enquanto a possibilidade de sua publicação esteja sendo considerada pela Revista Trabalhonecessário;</li><li>Declaro que transfiro os direitos autorais do trabalho especificado para a Revista TrabalhoNecessário, comprometendo-me a não reproduzir o texto, total ou parcialmente, em qualquer meio de divulgação (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), impresso ou eletrônico, sem prévia autorização dessa Revista, com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</li><li>Declaro que tenho conhecimento que a cessão do texto à Revista <em>TrabalhoNecessário</em>-TN é gratuita e, portanto, não haverá qualquer tipo de remuneração pela sua utilização.</li></ul> revistatrabalhonecessario@gmail.com (Revista Trabalho Necessário) jefferson@sti.uff.com (Jefferson Siqueira) Mon, 28 Mar 2022 00:00:00 +0000 OJS 3.2.1.0 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Expediente https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53660 <p>--</p> - - Copyright (c) 2022 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53660 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 A GUERRA DO NOVO TEMPO DO MUNDO https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53537 <p>Conforme a caracterização precisa de Arantes (2016), a história do tempo presente é encapsulada em um regime de espera destituído de perspectivas para o futuro. O novo tempo do mundo, encharcado de presentismo, parece acelerar-se através do livre fluir do capital e do desenrolar de eventos apocalípticos em cadeia, enquanto o próprio sentido de história vai se esvaindo.</p> Lia Tiriba, José Luiz Cordeiro Antunes, Jacqueline Aline Botelho Lima, Regis Eduardo Coelho Argüelles da Costa, William Kennedy do Amaral Souza Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53537 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 OS DOCUMENTÁRIOS DE BETO NOVAES https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53223 <p>Falar sobre José Roberto Novaes, mais conhecido como Beto Novaes, e sobre o conjunto de documentários realizados por ele nesses últimos 45 anos é uma tarefa grande demais para mim, não só pelo volume de sua obra, pela densidade do material apresentado e diversidade de temas tratados, mas, fundamentalmente, porque o trabalho e vida de Beto misturam-se à minha. Além de amigos, compadres, irmãos, somos parceiros antigos. Realizamos, em conjunto, inúmeras pesquisas e as transformamos em documentários desde o início desse processo, quando Beto resolveu se dedicar de corpo e alma à realização desse tipo de produção visual, ainda em Campina Grande, no campus da Universidade Federal da Paraíba. Depois de Campina Grande, já trabalhando em universidades diferentes, fizemos juntos vários trabalhos de pesquisa, que, por insistência do Beto, geraram documentários.</p> Francisco José da Costa Alves Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53223 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PAULISTA NA ANTESSALA DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO: VENCE E NOVOTEC NO CENTRO PAULA SOUZA, 2012-2020 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52758 <p>Na perspectiva do ensino médio integrado ao técnico e como educação permanente, o artigo discute que os programas Vence e Novotec, no Centro Paula Souza, anteciparam a reforma do ensino médio no Estado de São Paulo com tendência de serem modelo para a reforma em outras redes de ensino. Como metodologia utilizou-se fonte documental da legislação referente aos programas e arquivos institucionais. Conclui-se que estes programas tendem a aprofundar a dualidade na rede estadual de ensino, a preparar os estudantes para atividades laborais precárias e, ainda, ameaçam o futuro dos cursos integrados.</p> <p>Palavras-chave: Centro Paula Souza; cursos integrados; Programa Vence; Programa Novotec; reforma do ensino médio.</p> <p><strong>Palavra-chave</strong>: Centro Paula Souza; cursos integrados; Programa Vence; Programa Novotec; reforma do ensino médio.</p> Elydimara Durso dos Reis, Felipe Alencar Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52758 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 EJA INTEGRADA À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: AVANÇOS NO PNE - RETROCESSOS NA BNCC https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/51327 <p>A meta 10 do Plano Nacional de Educação – PNE 2014-2024 propõe a ampliação da oferta da EJA integrada à Educação Profissional nas etapas dos Ensinos Fundamental e Médio. A difícil tarefa para concretizar a meta é agravada pelas Novas Diretrizes Curriculares da EJA, alinhadas à BNCC, com mudanças curriculares que empobrecem e descaracterizam o currículo. Esta pesquisa considera o movimento histórico e as dimensões concretas das políticas que envolvem o objeto de estudo, com suporte em autores contemporâneos.</p> <p>Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos; Integração; Educação Profissional.</p> <p> </p> <p> </p> Sandra Regina de Oliveira Garcia, Céuli Mariano Jorge, Patrícia de Silveira Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/51327 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 EDUCAÇÃO JURÍDICA NO CONTEXTO DA FORMAÇÃO INTEGRADA DE JOVENS E ADULTOS DIANTE DA PRECARIZAÇÃO DE DIREITOS TRABALHISTAS https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52415 <p>O ordenamento jurídico brasileiro assegura direitos que buscam proteger os trabalhadores em face da situação de subordinação que esses sujeitos se encontram perante o empregador. Os direitos trabalhistas são frutos de uma luta intensa da classe trabalhadora contra as mazelas e péssimas condições de trabalho. Entretanto, a história recente mostra uma paulatina mitigação desses direitos decorrente da reestruturação produtiva, da globalização dos mercados consumidores e do avanço da informática e da comunicação. Nesse contexto, este artigo visa analisar como a educação jurídica, especificamente o conhecimento jurídico-trabalhista, pode contribuir para a formação integrada dos sujeitos trabalhadores diante do processo de precarização de direitos trabalhistas. Trata-se de um estudo de cunho teórico que busca articular os impactos da reestruturação produtiva do capital com o esvaziamento dos direitos trabalhistas, apresentando a educação jurídica como ferramenta contra hegemônica. Para tanto, fundamenta-se nos estudos de Antunes e Frigotto para compreender a reestruturação produtiva, nas análises de Rotondano, Siqueira, Silva e Leonardo para perceber a importância da educação jurídica e nas reflexões de Ramos, Moura, Ciavatta e Saviani para conceber novas possibilidades para uma formação integrada no âmbito da educação de jovens e adultos. Diante da conexão entre os temas, constata-se que a educação jurídica, ao desvelar para os trabalhadores a existência da disputa entre capital e trabalho presente no sistema capitalista, colabora com o desenvolvimento integral do indivíduo e com a transformação social desejada.</p> <p>Palavras-chave: educação jurídica; direitos trabalhistas; educação de jovens e adultos; formação integrada; precarização do trabalho.</p> Élida Cristina de Oliveira, Marcos Antônio Andrade da Costa, Wanderley Azevedo de Brito Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52415 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 TRABALHO-EDUCAÇÃO, ECONOMIA E CULTURA EM POVOS E COMUNIDADES TRADICIONAIS: A (RE)AFIRMAÇÃO DE MODOS DE VIDA COMO FORMAS DE RESISTÊNCIA https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52619 <p>Povos e comunidades tradicionais caracterizam-se por sua organização sendo a luta em defesa pelo território uma condição básica para garantir suas vidas. Em coexistência ao modo de produção capitalista, os povos e comunidades tradicionais têm o território como um ambiente simbólico, político e econômico entendido como o lugar para além de suas fronteiras geopolíticas. Para eles, o significado do território norteia a vida das pessoas e constroem valores em suas experiências.</p> William Kennedy do Amaral Souza Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52619 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 MEMÓRIAS DO TRABALHO FAMILIAR EM CASAS DE FARINHA: TRANSFORMAÇÃO DOS MODOS DE VIDA DE HOMENS E MULHERES DO CAMPO https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52791 <p><strong> </strong></p> <p>O filósofo brasileiro, José Arthur Gianotti (1966), ao inferir atenção do homem para realidade e as ideias do seu tempo, enfatiza que os fenômenos sociais despertam naquele que o observa a simpatia ou aversão e, por esse motivo, exige dele a compreensão de seus motivos e seus fins, até que, num dado instante, esse percebe sua condição de sujeito e objeto da análise.</p> <p> </p> Marisa Oliveira Santos Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52791 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 O DESASTRE DE FUNDÃO E A ADVOCACIA EM QUESTÃO https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52910 <p>O objetivo da dissertação é analisar a prática advocatícia no contexto do rompimento da barragem de rejeitos de mineração da empresa Samarco Mineração S.A e de suas controladoras Vale S.A e BHP Billiton, ocorrido no dia 5 de novembro de 2015, no município de Mariana, Minas Gerais. Tem-se neste desastre diferentes usos do direito, observáveis nos desdobramentos jurídicos e institucionais do caso, onde tem se desenvolvido conflitos, que possibilitam um nicho fecundo de investigação. Partiu-se da hipótese de que o desastre tem servido como experimento para testar modelos e mecanismos jurídicos de reparação de danos, como fonte para negociar os desdobramentos da prática da extração mineral, tendo em vista a atual conjuntura neoextrativista. Neste cenário, parece possível entrever tendências e discursos jurídicos de ênfase empresarial sobre o direito e, por conseguinte, problematizar a retórica de advogados que se afastam da realidade dos diversos territórios amplamente atingidos. Os aportes teóricos e metodológicos deste trabalho partem da pesquisa empírica no direito a partir da teoria crítica, por meio dos métodos da pesquisa qualitativa, como o estudo de caso, associado à pesquisa de campo nos territórios atingidos, além de entrevistas semiestruturadas com advogadas(os) que atuaram em diferentes momentos do desastre a partir de tipos de advocacia distintos e análise de documentos jurídicos referentes à litigância em torno da disputa por direitos das populações atingidas em tensão com os interesses das empresas por reduzir custos da reparação. Como resultado, apontam-se agendas voltadas para o uso do direito enquanto instrumento de legitimação de eixos civilistas tradicionais, os quais, em última análise, auxiliam a sustentar a dinâmica econômica neoliberal e a pulverizar o crime ambiental, transmudando-o em quantificação de danos. Além dos usos do direito alinhados às tendências atuais de sua globalização, em consonância com as transformações do capitalismo, observam-se seus usos contra-hegemônicos, que se aproximam da perspectiva dos conflitos socioambientais, sobretudo por meio da advocacia popular, que evidenciam o direito como campo de conflito.</p> Thaís Henriques Dias Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52910 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 NECESSIDADES SENTIDAS: ENSAIO SOBRE LUTAS COMUNITÁRIAS EM TERRITÓRIOS RURAIS EM CUBA E NA AMAZÔNIA TOCANTINA PARAENSE- BRASIL https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52512 <p>Este ensaio apresenta resultados de experiências de pesquisa de doutorado realizada de 2010 a 2015 em Cuba e na Amazônia Tocantina Paraense (Brasil), desde 2020, tendo o trabalho comunitário e as necessidades sentidas da comunidade como objetos de estudo. De base materialista histórico-dialética, são utilizados revisão de literatura, observações e anotações de campo. A articulação destas pesquisas indica que as comunidades rurais se mobilizam por necessidades sentidas comuns, permeadas de cultura, que os fazem continuar lutando, resistindo e vivendo.<br />Palavras-chave: Comunidades rurais; Trabalho comunitário; Necessidades sentidas.</p> Jesus Jorge Pérez García Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52512 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 QUESTÃO AGRÁRIA E LUTAS NO CAMPO: EXPERIÊNCIAS E FORMAS DE AÇÃO POLÍTICA EM DEBATE https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53662 <p>A partir da proibição do tráfico internacional de escravos, resultado da Lei Eusébio de Queirós datada de 1850, a Lei de Terras tornava a terra cativa no Brasil (Martins, 2010), definindo que ela só poderia ser acessada por meio de compra. Com essas leis, o Brasil inicia a longa transição de sociedade escravista para uma sociedade capitalista dependente, continuando o campo (e, em grande medida a sociedade brasileira) sendo palco do poder derivado da forma de propriedade da terra resultante da grande concentração fundiária.</p> Jacqueline Aline Botelho Lima, Leonilde Servolo de Medeiros Copyright (c) 2022 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53662 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 CONTRARREFORMA AGRÁRIA, VIOLÊNCIA E DEVASTAÇÃO NO BRASIL https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52451 <p>O presente artigo apresenta um balanço da contrarreforma agrária em curso no Brasil na última década e aprofundada no governo Bolsonaro, com métodos violentos de intimidação de povos do campo e movimentos sociais, bem como a proposição de um conjunto de medidas legais que incentivam a grilagem de terras e a devastação ambiental, favorecendo a expansão do agronegócio. Por sua vez, os movimentos sociais inventam novas formas de resistência enquanto aguardam uma virada na conjuntura que permita a recuperação de direitos conquistados a duras penas e que estão sendo destruídos em ritmo acelerado.<br />Palavras-chave: Reforma agrária; agronegócio; conflitos no campo.</p> Paulo Alentejano Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52451 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 POLÍTICAS DE TERRA E TRABALHO NO PERÍODO PRÉ-REPUBLICANO: ELEMENTOS PARA PENSAR A QUESTÃO AGRÁRIA NO BRASIL https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52504 <p>O presente artigo busca analisar como se desenvolveram as políticas de terra e de trabalho no período pré-republicano brasileiro, partindo da premissa de que a questão agrária é decisiva para a compreensão das formas históricas assumidas pelo Estado ante a permanente presença dos interesses vinculados à propriedade territorial na composição política do poder, interferindo nas grandes transformações operadas na vida da nação.<br />Palavras chaves: Questão Agrária; Trabalho; Brasil.</p> Douglas Ribeiro Barboza Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52504 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 COLUNAS DE FOGO, CORTINAS DE FUMAÇA e NARRATIVAS INFLAMAVEIS: MULTIPLICAÇÃO DE INCENDIOS FLORESTAIS E AS NOVAS DINÂMICAS SOCIAIS DA EXPANSÃO DA FRONTEIRA AGROPECUARIA AMAZÔNICA https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52255 <p>O artigo propõe refletir sobre as ações para a promoção de queimadas na região amazônica ocorridas a partir de 2019 e seus efeitos sociais. Busca-se identificar como discursos públicos sinalizaram uma inflexão no imperativo da proteção socioambiental amazônico e legitimaram práticas de devastação ambiental. Examina-se ainda os distintos impactos desta nova dinâmica sobre terras destinadas e não destinadas, buscando apontar que tal processo impacta fortemente pequenos agricultores e comunidades tradicionais. Finalmente, analisa-se como tal configuração está ancorada em um conjunto de transformações recentes no marco legal da regularização fundiária que vem incentivando ocupações ilegais de terras na expectativa futura formalização do estoque de terras públicas da Amazônia.<br />Palavras-chaves: Amazônia, queimadas, mercado de terras, conflitos territoriais, assentamentos rurais.</p> Thereza Cristina Cardoso Menezes Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52255 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 MOVIMENTO E RESISTÊNCIA INDÍGENA NO CONTEXTO PANDÊMICO BRASILEIRO https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52886 <p>O texto oferece um panorama do contexto da política indigenista brasileira, bem como as articulações que o movimento indígena brasileiro, liderado pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), está empreendendo na atualidade. Ao mesmo tempo, deixa claro como as lutas dos povos indígenas pela defesa de seus direitos, especialmente o territorial, estão conectadas às demais lutas sociais. Para tanto, chamamos a atenção para o modelo de desenvolvimento que afeta de maneira negativa os territórios tradicionais, por meio das estruturas políticas e econômicas do capital.</p> <p>Palavras-Chaves: Resistência Indígena; Lutas Sociais; Política Indigenista.</p> Luiz Eloy Terena Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52886 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA HEGEMONIA DO AGRONEGÓCIO NO BRASIL: RECORRÊNCIAS HISTÓRICAS E HABITUS DE CLASSE https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52566 <p>Reflete sobre o processo de construção da hegemonia do patronato rural e do agronegócio no Brasil nas últimas décadas. Indica que a busca de uma coesão mais ampla se respalda em vários aspectos: a elaboração de reivindicações unificadoras; o fortalecimento dos espaços de representação de interesses; a escolha de aliados confiáveis; a construção de uma imagem de si portadora de capacidades e potencialidades necessárias ao desempenho da hegemonia; o empenho na elaboração de uma retórica de legitimidade e de poder na qual todos se identifiquem; e a ofensiva contra os adversários políticos e de classe – ações e discursos que visam sobretudo à violência física e simbólica e à desqualificação de pessoas, de grupos e de movimentos sociais que questionam as posturas do patronato rural e de seus aliados e estabelecem limites à construção da hegemonia patronal rural e do agronegócio.<br />Palavras-chave: agronegócio; patronato rural; hegemonia.</p> Regina Bruno Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52566 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 “AGRO SEM PARTIDO”? COERÇÃO E CONSENSO - A INVESTIDA DO AGRONEGÓCIO NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52265 <p>Neste artigo analisamos a inserção do agronegócio na educação, especificamente, a campanha De Olho no Material Escolar e seus atravessamentos com os procedimentos do Escola sem Partido. Para tanto, realizamos pesquisa bibliográfica e documental acerca das temáticas em questão. Como resultado, observamos indícios de que o De Olho no Material Escolar compõe uma frente de expansão político-ideológica do agronegócio que busca, por meio da combinação entre força e consenso, interferir nos rumos da educação brasileira, reproduzindo de forma mais sofisticada os métodos desenvolvidos pelo Escola sem Partido.<br />Palavra-chave: Agronegócio; Questão Agrária; Educação.</p> Tássia Gabriele Balbi de Figueredo e Cordeiro Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52265 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 AGRONEGÓCIO NA AMAZÔNIA E O AVANÇO DO CAPITAL: ATAQUE AOS POVOS DO CAMPO https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52365 <p>Com base nas discussões acerca da conjuntura e temas contemporâneos, especificamente no que se refere ao atual contexto de crise do capitalismo e de profundas transformações societárias no mundo, com ênfase no Brasil, em especial na Amazônia, é que o presente trabalho se propõe em discutir o avanço do grande capital na região amazônica, por meio do agronegócio. Discorre sobre as diversas ordens de conflitos, e a negação de direitos dos povos do campo.<br />Palavras-chave: Amazônia. Agronegócio. Conflito. Território.</p> Heraclito Santa Brigida da Silva Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52365 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 A REVOLTA DO CACHIMBO E A LUTA PELA TERRA NO QUILOMBO DA CAVEIRA https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52713 <p>O presente artigo aborda os conflitos fundiários e a luta pela terra na comunidade quilombola da Caveira, situada no município de São Pedro da Aldeia, no estado do Rio de Janeiro. Enfatiza o evento por mim designado como “revolta do cachimbo”, pois ele marca a ruptura do pacto moral entre fazendeiros e moradores (descendentes de escravizados) da Fazenda Campos Novos, que estabeleceu novos padrões de subordinação da força de trabalho e ocupação da terra. Esse evento ocorre no contexto de loteamento da Fazenda Campos Novos e inaugura os esforços constantes (e violentos) dos fazendeiros de expulsão dos moradores que pagavam arrendamento para ter acesso à terra e casa. Apresenta também os desdobramentos históricos que culminaram na etnização do conflito fundiário, nos anos 1990, com a transformação das formas de expressão política fundamentadas na luta pela reforma agrária em luta pela reparação histórica dos danos coletivos causados pela escravidão.<br />Palabras-chave: Revolta do Cachimbo; conflitos fundiários; etnização; danos coletivos.</p> Gessiane Nazario Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52713 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 PROCESSOS DE AÇÃO E FORMAÇÃO POLÍTICA: A CONTRIBUIÇÃO DE BETO RIBEIRO E DO MPA PARA A LUTA CAMPONESA https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53636 <p>Na entrevista, Beto Ribeiro, liderança do Movimento de Pequenos Agricultores, apresenta sua trajetória de militância e, mais do que isso, explora os caminhos pelos quais o MPA desenvolve seu trabalho junto aos camponeses, suas bandeiras, suas propostas de ação. A entrevista também percorre a chegada do movimento no Rio de Janeiro, as articulações com segmentos e as condições para a construção da experiência pioneira do espaço Raízes do Brasil, voltado à comercialização, ao encontro de diferentes grupos sociais parceiros, a atividades de formação e de difusão dos princípios do movimento, entre eles a soberania alimentar, a agroecologia, a importância do resgate da memória camponesa e de suas dimensões culturais.</p> Leonilde Servolo de Medeiros , Jacqueline Aline Botelho Lima Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53636 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 MST: COMO UM MOVIMENTO DE GAÚCHOS SE ENRAIZOU NO NORDESTE [Débora Franco Lerrer] https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53454 <p>Fruto de uma rica pesquisa, a obra traz análise e depoimentos dos sujeitos do processo de expansão do MST no Nordeste, bem como o cenário político vivenciado pelo país em cada contexto histórico retratado. Isto é precedido por uma exposição das condições históricas da questão agrária no Brasil: desde a forma que se deu a abolição do trabalho escravizado, a particularidade da apropriação privada da terra no século XIX, as ideias de reforma trazidas à baila e suas implicações contemporaneamente. Com o terreno assim preparado, a autora parte para apresentação das informações obtidas na sua pesquisa e, na análise delas, que envolvem as distintas gerações do Movimento e suas incursões no Nordeste.</p> Elaine Moreira Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53454 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 FORMAÇÃO POLÍTICA DO AGRONEGÓCIO [Caio Pompéia] https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52759 <p>É provável que o leitor já esteja familiarizado com a série de afirmações de que o “agro” é “tech”, “pop” e “tudo”, presente em propagandas, reportagens e falas de especialistas e políticos vinculados ao setor. Trata-se, como aponta Caio Pompeia em seu muito oportuno livro Formação política do agronegócio, de uma “sinédoque política” que projeta “um imaginário superenglobante do agronegócio” e permite “justificar o pacto da economia política que se aprofundava” a partir de 2016 (p. 308), quando a campanha “Agro: a indústria e a riqueza do Brasil” foi lançada pela Rede Globo, corporação que faz parte do Instituto Pensar Agropecuária (IPA).</p> Ricardo Braga Brito Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/52759 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 O FILME: Cabra marcado para morrer https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53712 <p>--</p> - - Copyright (c) 2022 https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53712 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000 “CABRA MARCADO PARA MORRER” SESSENTA ANOS DEPOIS: A INFÂMIA DO LATIFÚNDIO CONTRA OS QUE LUTAM PELO DIREITO À TERRA E À VIDA https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53203 <p>No dia 02 de abril de 1962, João Pedro Teixeira, líder camponês e fundador da primeira Liga Camponesa no município de São Sepé, no Estado da Paraíba, foi alvo de uma emboscada e assassinado a tiros de fuzil perto de sua casa. Este pequeno texto, inspirado no filme-documentário “Cabra Marcado parra Morrer”, de Eduardo Coutinho, tem o objetivo de registrar a memória dos sessenta anos de seu assassinato em função de sua luta na organização dos camponeses explorados e humilhados, bem como de lideranças assassinadas pelas oligarquias latifundiárias do nordeste.</p> Gaudêncio Frigotto Copyright (c) 2022 Revista Trabalho Necessário https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos.uff.br/trabalhonecessario/article/view/53203 Tue, 29 Mar 2022 00:00:00 +0000