RELACIONAMENTOS DE COOPERAÇÃO ENTRE EMPRESAS DE MICRO E PEQUENO PORTE: UM ESTUDO DOS FOOD TRUCKS DO DISTRITO FEDERAL

Amanda Reis de Almeida Apolinário, Helena Araújo Costa, Newton da Silva Miranda Júnior

Resumo


Os food trucks, entendidos como empreendimentos itinerantes do ramo de alimentos, foram tratados como foco desta pesquisa tanto por serem uma atividade recente quanto por serem caracterizados como micro e pequenas empresas (MPE). Assim como outras empresas, os food trucks podem vislumbrar a cooperação entre eles como uma fonte de vantagem competitiva. O presente estudo buscou investigar os relacionamentos de cooperação entre food trucks do Distrito Federal e os benefícios proporcionados pelas ações conjuntas entre eles. Realizou-se uma pesquisa descritiva de abordagem quantitativa. A coleta de dados deu-se por meio de questionário estruturado e uma amostragem por conveniência de 31 estabelecimentos. Entre os respondentes, predominaram microempresas, com o tempo de atuação entre 7 a 12 meses e com faturamento acima de 10 mil reais/mês. Quanto aos relacionamentos de cooperação entre os trucks, percebeu-se a existência mais de parcerias, embora informais, do que desentendimentos. As ações de cooperação realizadas são simples: indicações de outros trucks para clientes e a divulgação dos eventos em redes sociais. As evidências sugerem que vantagens reconhecidas pela maioria dos gestores dizem respeito à ampliação da força política desses empreendimentos; aumento de conhecimentos para o negócio; maior divulgação, clientela e desempenho financeiro; e inovações do processo/produto.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32888/cge.v7i1.28662

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

sumarios_1_696            


ISSN 2318-9231