CINÉTICA DE SECAGEM DE FOLHAS DE Cymbopogon citratus

NATHAN HENRIQUE FAGUNDES GOMES, HENRIQUE CARDOSO DA SILVA NETO, Jáliston Júlio Lopes Alves, Renato Souza Rodovalho, Cleiton Mateus Sousa

Resumo


O capim-cidreira (Cymbopogon citratus) se destaca entre as plantas medicinais, e tem o citral como componente mais importante do seu óleo essencial. Tem ampla utilização na indústria alimentícia e farmacêutica. A secagem e o armazenamento são etapas fundamentais dentre os processos pós-colheita para a obtenção de produtos de qualidade, os quais são a base para a fabricação de medicamentos fitoterápicos. Diante do apresentado o objetivo deste trabalho foi avaliar a cinética de secagem de folhas de capim- cidreira, C. citratus, submetida a diferentes temperaturas do ar de secagem. O trabalho foi desenvolvido no Instituto Federal Goiano Câmpus Ceres. Determinou-se o teor de água das folhas pelo método da estufa, em seguida utilizou-se a secagem com temperaturas do ar controladas de 30, 40, 50 e 60°C em câmara do tipo BOD. A cinética de secagem das folhas de C. citratus apresentaram função direta com a temperatura do ar sendo que quanto maior a temperatura do ar de secagem menor foi o tempo gasto. O tempo necessário para obtenção do produto com teor de água de 0,12 b.s. foi de 5 h para 60°C, 10 h para 50 °C, 11 h para 40°C e 12,33 para 30°C. O modelo matemático de secagem em camada fina de Midilli foi o que melhor se ajustou aos dados experimentais. A dependência da difusividade em relação à temperatura foi descrita pela equação de Arrhenius, por meio da qual se obteve o valor da energia de ativação de 53,76 kJ.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v19i2.837

Apontamentos

  • Não há apontamentos.