AVALIAÇÃO DA PERDA DE MASSA DE COLMOS DE BAMBU DURANTE O PROCESSO DE SECAGEM

Cassiano Rodrigues Moura, Luiz Veriano Oliveira Dalla, Adalberto José Tavares Vieira

Resumo


A fibra de bambu vem sendo amplamente utilizada como reforço em matrizes estruturais e materiais compósitos. A primeira etapa do processamento deste produto é a cura, um processo de secagem que geralmente é realizado em estufas e contribui para melhorar suas propriedades mecânicas. O objetivo deste trabalho é avaliar o processo de secagem de colmos de bambu e definir as melhores condições para se alcançar uma fibra com baixo teor de umidade. A metodologia de pesquisa utilizada neste trabalho é de caráter literário e experimental. A planta investigada é da espécie Bambusa Vulgarise, que foi seca sobre temperatura controlada. Estas foram avaliadas quanto à remoção de extrativos e do cálculo de perda de massa. Os colmos de bambu apresentaram uma perda de umidade média de 47% que varia conforme a espessura dos colmos. Pode-se constatar que o tempo de secagem para se alcançar fibras com teor de umidade inferior a 0,5% é maior que 14h. Estes resultados serão apresentados e discutidos evidenciando sua influência para a cadeia produtiva da fibra de bambu.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/engevista.v20i3.9505

Apontamentos