Ora-Pro-Nóbis em Poméu: gastronomia na Serra de Sabará/MG / Ora-Pro-Nóbis at Pompéu: gastronomy in Serra de Sabará/MG

Marcos Mergarejo Netto

Resumo


O povoado de Pompéu, em Sabará/MG, tornou-se um lugar onde se cultua o sabor. O artigo descreve a paisagem e o universo onde se desenvolveu uma curiosa história que tornou-se pano de fundo para o festival gastronômico do ora-pro-nóbis, notabilizando aquele povoado para o fabuloso mundo da culinária. Assim, o trabalho procurou identificar sua organização espacial, abrangência e significados, enquanto ambiente cultural plenamente aceito pela sociedade em suas atividades e ligações, apontando para uma geografia do sabor. De modo extraordinário, da simplicidade da cozinha popular mineira, o ora-pro-nóbis encontrou em Pompéu o seu nicho cultural e seu caráter geográfico, dando àquele lugar uma projeção jamais sonhada.

The village of Pompéu in Sabará/MG has become a place that evokes flavors. The article describe the landscape and the universe which has developed a curious history as backdrop for the culinary festival of ora-pro-nóbis, which opened the village to the fabulous world of gastronomy. Thus, the study sought to identify its spatial organization, scope and meaning, as a cultural environment fully accepted by the local society in its activities and links, pointing to a geography of flavor. In an extraordinary way, the simplicity of Minas Gerais popular kitchen, the ora-pro-nóbis found at Pompéu its cultural niche and its geographical character, given that place an undreamed projection.


Palavras-chave


Experiência, Paisagem, Sabor, Patrimônio

Texto completo:

PDF PDF

Referências


ABRASEL. Caminhos do Sabor: A Estrada Real. Belo Horizonte: Gutenberg/ABRASEL, 2004. 192p.

ANDRADE, Karylleila dos Santos; BASTINI, Carla Bastini. Paraupava e Sabarabuçu: estudo dos nomes. Via Litterae, Anápolis. v. 3, n. 2, jul/dez 2011, p. 303-313.

BARBOSA, Waldemar de Almeida. Dicionário Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte: Itatiaia, 1995, 382 p.

BERQUE, Augustin. Paisagem-Marca, Paisagem-Matriz: Elementos da Problemática para uma Geografia Cultural. In: CORRÊA, Roberto Lobato & ROSENDAHL, Zeny (Orgs.). Paisagem, Tempo e Cultura. 2ª ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004, p. 84-91.

BUENO, Maria Elizabeth Taitson, Geografia. In: DUARTE, Regina Horta (Coord.) Serra da Piedade. Belo Horizonte: CEMIG/UFMG, 1992, p. 57-75.

CLAVAL, Paul. Geografia Cultural. (Trad. Luíz Fugazzola Pimenta e Margareth de Castro Afeche Pimenta.) 3ª ed. Florianópolis: EDUFSC, 2007. 453p.

COSGROVE, Denis. A Geografia Está em Toda Parte: Cultura e Simbolismo nas Paisagens Humanas. In: CORRÊA, Roberto Lobato & ROSENDAHL, Zeny (Orgs.) Paisagem, Tempo e Cultura. 2ª ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004, p. 92-123.

COSTA, Joaquim Ribeiro. Toponímia de Minas Gerais. 2ª ed. Belo Horizonte: BDMG, 1997. 476p.

CSERGO, Julia. A Emergência das Cozinhas Regionais. In: FLANDRIN, Jean-Louis; MONTANARI, Massimo (Orgs.) História da Alimentação. (Trad. Luciano Vieira Machado e Guilherme João de Freitas Teixeira.) São Paulo: Estação Liberdade, 1998, p. 806-824.

DARDEL, Eric. O Homem e a Terra: Natureza da Realidade Geográfica. (Trad. Werther Holzer.) São Paulo: Perspectiva, 2011. 159p.

DUARTE, Regina Horta (Org.) Serra da Piedade. 2ª ed. Belo Horizonte: CEMIG, 2004.

DUBOS, René. Namorando a Terra. (Tradução de Maria Cristina Carnevale.) São Paulo: EDUSP, 1981. 150p.

FONSECA, Silas. Entrevista concedida a Marcos Mergarejo Netto. Maio/2013.

FONSECA, Silas. O Pompéu do Ora-pro-nóbis. Sabará: Estrela da Manhã, 2010. 111p.

FOURNIER, Dominique. A Cozinha da América e o Intercâmbio Colombiano. In: MONTANARI, Massimo. O Mundo na Cozinha: História, Identidade, Trocas. (Trad. Valéria Pereira da Silva.) São Paulo: Estação Liberdade; SENAC, 2009, p. 159 – 176.

GRATÃO, Lucia Helena Batista. Sabor e Paisagem à Luz de Bachelard. Geograficidade, Niterói, v. 2, n. 1, Verão 2012, p. 30-41.

McDOWELL, Linda. A Transformação da Geografia Cultural. In: GREGORY, Derek, MARTIN, Ron; SMITH, Grahan (Orgs.) Geografia Humana: Sociedade, Espaço e Ciência Social. (Trad. MylanIsaack e revisão técnica Pedro Geiger.) Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editores, 1996, p. 159-188.

MATHIAS, João. Revista Globo Rural, Edição 296, jun 2010.

MONTANARI, Massimo. Comida Como Cultura. (Trad. Letícia Martins de Andrade.) São Paulo: SENAC, 2008. 207p.

OLIVEIRA, Lívia. Introdução: O Estudo do Sabor pela Geografia. Geograficidade, Niterói, v. 2, n. 1, Verão 2012, p. 27-29.

REKOVVSKY, Carmen Janete. A Geografia dos Restaurantes Alemães de Porto Alegre – RS. 2013. 216p. Dissertação — Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente, 2013.

TORRES, Maria. Entrevista concedida a Marcos Mergarejo Netto. Julho/2013.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência. (Trad. Lívia de Oliveira.) São Paulo: DIFEL, 1983. 250p.

TUAN, Yi-Fu. Topofilia: Um Estudo da Percepção, Atitudes e Valores do Meio Ambiente. (Trad. Lívia de Oliveira.) São Paulo: DIFEL, 1980. 288p.

VIEIRA, João Félix. Ora-pro-nóbis. São Paulo: Clube de Autores, 2011. 86p.




DOI: https://doi.org/10.22409/geograficidade2014.40.a12909

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Geograficidade

 

 

Logotipo do Crossref Licença Creative Commons

Todos os textos da revista Geograficidade, do Grupo de Pesquisa Geografia Cultural Humanista estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 3.0 Não Adaptada.