Resiliência: contribuições e desafios para o estudo do desenvolvimento das regiões

Clécio Azevedo da Silva, Rudinei Kock Exterckoter

Resumo


Resiliência é um conceito muito utilizado nas ciências ecológicas e diz respeito à capacidade de um ecossistema de resistir a choques externos, se adaptar e responder a eles ao invés de simplesmente definhar e morrer. Sua acolhida pelas áreas de geografia econômica e afins é recente e pretende discutir a capacidade das regiões em se antecipar, se preparar, responder e se recuperar de uma perturbação social e/ou econômica. Contudo, sua contribuição para a compreensão do processo de desenvolvimento ainda carece de aprofundamento teórico e maior exame crítico, estando sujeita a inúmeros questionamentos. Diante disso, este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa bibliográfica que objetiva elencar os desafios contidos na migração do conceito de resiliência para os estudos sobre desenvolvimento regional, bem como mapear a produção científica gerada sobre esse tema. Os resultados demonstram que, mesmo apresentando sérios limites, a noção de resiliência é promissora para o entendimento da dinâmica regional e já vem aparecendo de forma destacada nas bases de dados sobre a literatura específica.


Palavras-chave


resiliência regional; desenvolvimento; adaptação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/GEOgraphia2016.1837.a13761

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Latindex Geodados Periódicos CAPES

GEOgraphia - Revista  do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense

Rua Gal. Milton Tavares, s/n, sala 508, Boa Viagem - Niterói - RJ,

CEP 24210-346

Periodiciodade Quadrimestral - ISSN 15177793 (impresso). Os conteúdos da Revista GEOgraphia estão licenciados em CC BY.