A formação do administrador na perspectiva das competências individuais requeridas

Donizeti Leandro de Souza, Jorgiane Suelen de Sousa, Robert Delano de Souza Corrêa, André Luiz Zambalde

Resumo


Este estudo tem como objetivo avaliar se as práticas das Instituições de Ensino Superior (IES) têm sido alinhadas às competências demandadas pela literatura, além de investigar quais variáveis demográficas podem interferir no desenvolvimento das mesmas. Foi realizada uma pesquisa quantitativa, por meio de técnicas estatísticas descritivas e multivariadas em 3 IES privadas de Minas Gerais, tendo como referência, o conjunto das competências individuais requeridas propostas por Sant’Anna (2002). Os resultados demonstram que as IES pesquisadas têm desenvolvido as competências requeridas em um nível satisfatório, apesar de identificar limitações no desenvolvimento de competências empreendedoras, surgindo a necessidade de se criar ambientes acadêmicos que estimulem a criatividade e a formação empreendedora. O estudo pode ser útil para questionar o conceito de competências como algo que transcende a perspectiva organizacional, resgatando a importância da academia no desenvolvimento de uma formação sistêmica de indivíduos talentosos e competentes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12712/rpca.v8i4.455

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1982-2596

Avaliação Qualis 2015 - B2 - Na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo.