A COMPETITIVIDADE BRASILEIRA RECENTE NO MERCADO EXTERNO

Daniela Schettini, Camila Gumiero

Resumo


No atual cenário brasileiro de estagnação econômica, pós o ciclo de crescimento econômico observado durante a década de 2000, a competitividade externa e a produtividade das atividades econômicas voltam ao debate econômico como um importante fator para a construção de sólido crescimento econômico de longo prazo. O artigo compara o Brasil com seus principais competidores no mercado internacional, analisando os fatores estruturais que sustentam a competitividade de um país, como infraestrutura, educação, saúde, tecnologia e o próprio ambiente de negócios. Os resultados mostram que para o Brasil avançar na competitividade, especialmente em relação aos seus concorrentes diretos, precisa melhorar sua infraestrutura logística e a educação de sua população.




DOI: https://doi.org/10.22409/economica.0i0.p364

Apontamentos

  • Não há apontamentos.