A BALANÇA DE EFA: UMA ANÁLISE QUANTITATIVA DE RAÇA E GÊNERO SOBRE A INSERÇÃO DE NEGROS E NEGRAS NO MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UFBA (2016-2017)

Ângela Ernestina Cardoso de Brito

Resumo


O trabalho analisa a entrada de homens e mulheres dos distintos segmentos raciais nas cátedras do ensino superior, por meio de concurso público, na UFBA. Para a análise dos dados quantitativos utilizamos o índice de paridade racial (IPR) e o índice de paridade de gênero (IPG).O artigo apresenta resultados das áreas de conhecimento I e II da UFBA, envolvendo um total de 1.252 professores (as) participantes. Desse total, 1.016 são professores (as) brancos (as) e apenas 236 professores (as) negros (as). O estudo revela a presença pontual e inexpressiva de homens e mulheres negros (as) na docência do ensino superior da UFBA.

Palavras-chave


professores negros; ensino superior; raça; gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v18i1.1030

Apontamentos

  • Não há apontamentos.