EXISTE DIFERENÇA SALARIAL EM FUNÇÃO DA ORIENTAÇÃO SEXUAL? ANÁLISE PARA O MERCADO DE TRABALHO CEARENSE

João Paulo Cavalcante Oliveira, Vitor Borges Monteiro, Guilherme Irffi

Resumo


 Para comparar as remunerações obtidas por indivíduos heterossexuais e homossexuais no mercado de trabalho em Fortaleza – Ceará, utiliza-se uma amostra por conveniência e, ainda adota o processo bola de neve, uma vez que os entrevistados homossexuais indicam seus irmãos heterossexuais. A escolha por irmãos se justifica para mitigar possíveis heterogeneidades de oportunidades e background familiar. Analisando os resultados, pode-se dizer que existe diferença educacional, sendo que os homossexuais possuem maior média educacional do que os heterossexuais; entretanto, não se observa diferença em termos salariais.

Palavras-chave


Orientação Sexual; Diferenças salariais; Mercado de Trabalho; Discriminação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v20i1.38494

Apontamentos

  • Não há apontamentos.