Um especialista em silêncios: A mediação musical na teoria de Adorno a partir da psicologia vygotskyana

Iván Sánchez-Moreno

Resumo


Neste artigo partimos do conceito de ouvir música como atividade psicológica de primeira ordem, exclusivamente humana, que envolve os aspectos subjetivos particulares de relacionamento com uma realidade sonora. Sem dúvida a psicologia se preocupa com os aspectos subjetivos manifestos na experiência estética da música nas inúmeras situações relacionadas a esta experiência. Nosso trabalho pretende destacar o peso que tinha o modelo da subjetividade de Theodor Adorno em estudos relativos à psicologia da música e disciplinas relacionadas. Nós fornecemos uma perspectiva menos determinista que a classificação tipológica de Adorno sobre o ouvinte da música, perspectiva que não relega o sujeito a um papel passivo frente ao objeto musical. Oposto a isso, as propostas construtivistas de Vygotsky introduzem importantes mudanças na concepção psicológica da música, estabelecendo uma dialética entre o sujeito e as tecnologias de reprodução musical ao longo do século XX.


Palavras-chave


Psicologia da música; subjetividade; mediação; tecnologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/ayvu.v3i2.22219

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Ayvu: Revista de Psicologia tem por objetivo favorecer a produção e a livre circulação de ideias que contribuam para a construção de uma Psicologia concernida com sua diversidade interna, suas múltiplas interfaces, o exame crítico de si e de seu tempo, assim como suas implicações teóricas e éticas. Para tanto, opera em regime de fluxo contínuo, publicando artigos originais e inéditos, traduções, entrevistas e resenhas.

Convidamos todas e todos que compartilham dos nossos objetivos a conhecer nossas publicações, e a contribuir com a produção de novos materiais.

Boas leituras!


Equipe editorial

Ana Cabral Rodrigues, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Augusto Cesar Freire Coelho, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Camilo Barbosa Venturi, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Gustavo Cruz Ferraz, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Thiago Constâncio Ribeiro Pereira, Universidade Federal Fluminense (UFF)