O cinema de animação e a adoção tardia: o abrigo como espaço transicional e sua representação em “Minha Vida de Abobrinha”

Érica Silva Espírito Santo, Felipe de Castro Ramalho

Resumo


O presente artigo é fruto do encontro entre o cinema de animação e a psicanálise, e tem por objetivo estabelecer uma relação entre esses dois campos de saber. A partir da animação franco-suíça "Minha Vida de Abobrinha" (Ma vie de Courgette, 2016), analisamos aspectos técnicos sobre a produção e o roteiro, assim como elencamos temas importantes abordados pelo filme no campo da adoção tardia, do abrigamento de crianças e das vivências traumáticas inerentes aos personagens retratados. Defendemos que o uso da técnica stop-motion é uma maneira delicada e profícua para problematizar o tema da adoção tardia, pois se apresenta como narrativa para o traumático vivenciado por crianças expostas a situações de exclusão e violência.


Palavras-chave


Cinema de Animação; Stop-motion; adoção tardia; Minha Vida de Abobrinha; Psicanálise.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/ayvu.v4i1.22229

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Ayvu: Revista de Psicologia tem por objetivo favorecer a produção e a livre circulação de ideias que contribuam para a construção de uma Psicologia concernida com sua diversidade interna, suas múltiplas interfaces, o exame crítico de si e de seu tempo, assim como suas implicações teóricas e éticas. Para tanto, opera em regime de fluxo contínuo, publicando artigos originais e inéditos, traduções, entrevistas e resenhas.

Convidamos todas e todos que compartilham dos nossos objetivos a conhecer nossas publicações, e a contribuir com a produção de novos materiais.

Boas leituras!


Equipe editorial

Ana Cabral Rodrigues, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Augusto Cesar Freire Coelho, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Camilo Barbosa Venturi, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Gustavo Cruz Ferraz, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Thiago Constâncio Ribeiro Pereira, Universidade Federal Fluminense (UFF)