Processo decisório sob o efeito framing: um estudo comparativo

Ismael Barbosa, Marciele de Oliveira Machado, Leandro Alves dos Santos da Cruz Celestino, Anderson Batista Alves, Denilson Aparecida Leite Freire

Resumo


No âmbito empresarial, tanto no nível estratégico, tático e operacional, a tomada de decisão é algo que acontece a todo momentos nas organizações. As finanças comportamentais, por sua vez, buscam explicar o processo decisório por meio de teorias que abordam o comportamento do indivíduo frente à tomada de decisão. Surgem, então, a teoria da utilidade esperada, segundo a qual os decisores agem de forma racional, e a teoria dos prospectos, segundo a qual os agentes são propensos ao risco em situações de perda e avessos ao risco em situações de ganho, originando-se da mesma o efeito framing que apresenta as alternativas decisórias de formas diferenciadas. A pesquisa objetivou verificar a influência do efeito framing no processo decisório dos estudantes de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Estadual do Paraná, Campus Paranaguá. Para tanto, foi realizada uma pesquisa com a aplicação de questionário a 267 estudantes que tomaram decisões frente às alternativas propostas, tendo sido realizada, por meio da ferramenta estatística teste Z, a análise de dados. De acordo com os achados, os respondentes apresentaram ser avessos ao risco nas situações de ganho e demonstrando maior propensão ao risco em situações de perdas. O presente estudo busca contribuir com pesquisas na área de teorias comportamentais em diversos grupos de atuação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32888/cge.v7i3.38181

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

sumarios_1_696            


ISSN 2318-9231