A adoção de estratégias de BYOD no ensino superior de administração

Carlos David Cequeira Feitor, Marcos Paulo da Silva, Manoel Veras de Sousa Neto, Adrianne Paula Vieira de Andrade

Resumo


Diante da difusão do uso de dispositivos móveis de informação no ambiente de trabalho e acadêmico, este estudo investigou a propensão de estudantes do ensino superior de Administração de uma instituição privada e outra pública, em aderir a um programa de BYOD. Utilizou-se da estatística descritiva para dimensionar aspectos da posse ou não de dispositivos e a participação no programa; e do teste de Mann-Whitney, para identificar diferenças entre as instituições em relação à utilização dos dispositivos. Conclui-se que insegurança, características físicas, funcionalidade e a insuficiência de instalações, influenciam na heterogeneidade das perspectivas em relação ao tipo da instituição.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12712/rpca.v8i4.437

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1982-2596

Avaliação Qualis 2015 - B2 - Na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo.