Artesanato nos estudos organizacionais: a literatura brasileira de 2006 a 2015

Arilton Marques Faria, Alfredo Rodrigues Leite da Silva

Resumo


O objetivo deste estudo foi compreender as maneiras pelas quais pesquisadores do campo dos estudos organizacionais brasileiros utilizaram o artesanato em suas investigações. A discussão se baseou em uma pesquisa bibliométrica sobre o tema nos periódicos nacionais classificados acima do nível B5 na avaliação de 2014 da CAPES. Foi identificada uma amostra de 54 artigos, distribuídos entre 30 periódicos. Como resultado, duas pesquisadoras, da UNIFOR e da UFRGS, e essas instituições as quais estão vinculadas, foram as mais recorrentes na amostra. Também se destacaram dois periódicos, RIGS e O&S, e o tema pesca artesanal. Em 2012, ocorreu a publicação do maior número de artigos. Foi possível identificar o predomínio de artigos empíricos, estudos qualitativos, estratégia metodológica do estudo de caso, entrevista como técnica de coleta e análise de conteúdo como técnica de análise dos dados empíricos. Ao final, os resultados permitiram reflexões sobre o tema e uma agenda de pesquisa. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12712/rpca.v11i2.880

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1982-2596

Avaliação Qualis 2015 - B2 - Na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo.