Reflexões sobre o Consumidor Negro Brasileiro

Autores

  • Ana Raquel Coelho Rocha Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto COPPEAD
  • Leticia Moreira Casotti Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto COPPEAD

Resumo

Este trabalho propõe uma reflexão crítica acerca do consumidor negro. Um grupo consumidor representativo em termos populacionais. Consumidores negros são assinalados estatisticamente, mas seguem quase “invisíveis” como consumidores, sendo estigmatizados e submetidos a uma lógica “branca” de mercado. Poucas ofertas estão direcionadas para os negros no mercado brasileiro. Foram aqui reunidas informações com diferentes origens e perspectivas teóricas. Apresentam-se dados relativos à formação educacional e à inserção desse grupo no mercado de trabalho. A literatura internacional aborda temáticas de consumo ligadas aos negros desde a década de 1960; estudos brasileiros nessa perspectiva são escassos. O ensaio traz reflexões sobre como a lógica “branca” permeia o mercado e a pesquisa de marketing no Brasil. Busca-se provocar pesquisadores e profissionais de marketing a ver o invisível e, assim, abandonar crenças que fortalecem e justificam posições existentes, que beneficiam uma ordem social e de mercado, que pouco inclui a população negra. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Raquel Coelho Rocha, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto COPPEAD

Centro de Estudos de Consumo

Leticia Moreira Casotti, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Instituto COPPEAD

Centro de Estudos de Consumo

Downloads

Publicado

2017-06-28

Edição

Seção

Ensaios/Essays