Saúde e educação: investimentos e efetividade municipal

Autores

  • Mayte Cardoso Aguiar Fucape Business School
  • Aridelmo Teixeira Fucape Business School
  • Aziz Xavier Beiruth Fucape Business School

Resumo

Objetiva-se avaliar se os investimentos em saúde e educação realizados pelos municípios do Estado do Espírito Santo têm impactado no Índice de Efetividade de Gestão Municipal – IEGM. Os resultados evidenciaram que os investimentos na saúde somente geram impactos positivos na efetividade no exercício posterior, e que na educação, os impactos na efetividade não são percebidos. Os resultados permitem inferir ser a gestão do investimento que traduz efetividade. Conclui-se que a decisão na alocação dos recursos deve se pautar em critérios técnicos, e que o controle externo deve considerar a adoção de indicadores que impactam a qualidade de vida da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayte Cardoso Aguiar, Fucape Business School

Mestre em Administração

Aridelmo Teixeira, Fucape Business School

Doutor em Controladoria e Contabilidade

Aziz Xavier Beiruth, Fucape Business School

Doutor em Controladoria e Contabilidade

Downloads

Publicado

2020-07-06

Edição

Seção

Artigos/Papers