Ações afirmativas: tensões epistemológicas na universidade brasileira

Carmen Paula Paes Macedo

Resumo


O presente ensaio discute a política de ações afirmativas no ensino superior a partir das tensões que foram geradas nas reflexões sobre cientificidade, epistemicídio e o lugar dos cotistas na pesquisa e na comunidade acadêmica. Trata-se, portanto, de um diálogo baseado em literaturas sobre a temática. Conclui-se que a política de cotas tem permitido a chegada e o confronto de trajetórias e corpos estranhos ao ambiente acadêmico essencialmente monoepistemológico e que se mostra cada vez mais insuficiente de ser o único discurso sobre a realidade social e científica no Brasil.


Palavras-chave


Ações afirmativas no ensino superior brasileiro; Epistemicídio; Descolonização do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Fabiane Cristina. Meu corpo em campo: reflexões e desafios no trabalho etnográfico com imigrantes na Itália. Cadernos de Campo, São Paulo, n.26, v.1, 2017.

CARNEIRO, Sueli. A construção do outro como não-ser como fundamento do ser. Orientação de: Fischmann, Roseli. 2005. 339f. Tese de doutorado (Doutorado em Filosofia) – USP, São Paulo, 2005.

CASTRO-GOMEZ, Santiago. La hybris del punto cero: ciencia, raza e ilustración en la Nueva Granada (1750- 1816). Bogotá: Pontifica Universidade Javeriana, 2003.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.

FIGUEIREDO, Ângela. Descolonização do conhecimento no séc. XXI. In; SANTIAGO, Ana Rita et al. Descolonização do conhecimento no contexto afro-brasileiro. Cruz das Almas-Bahia: EDUFRB, 2017.p.79-106.

FIGUEIREDO, Angela; GROSFOGUEL, Ramon. Racismo à brasileira ou racismo sem racistas: colonialidade do poder e a negação do racismo no espaço universitário. Sociedade e Cultura, Goiânia, v. 12, n. 2, p. 223-234, jul./dez. 2009.

HARAWAY, Donna. Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. Cadernos Pagu, n. 5, p.7-41, 1995.

PASSARELI, Matheusa. Corpo Estranho. [S.L.], Sertransneja, 2018. Disponível em: https://sxpolitics.org/ptbr/corpo-estranho-por-matheusa-passareli/8349. Acesso em: 04 jul. 2019.

QUINQUILIANO, Marta. Análise das políticas de ações afirmativas na pós-graduação stricto-sensu da Universidade Federal de Goiás- UFG. Emblemas, Goiânia, v. 15, n. 2, 54 - 66, jul./ dez. 2018

SANTIAGO, Ana Rita. Intelectuais Negras: Entre a Invisibilidade e a Resistência. In: SANTIAGO, Ana Rita et al. Descolonização do Conhecimento no Contexto Afro-brasileiro. Cruz das Almas – Bahia: EDUFRB, 2017. p.53-64


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Carmen Paula Paes Macedo