Caracterização higiênico-sanitária e tecnológica dos pescadores e da tilápia do nilo (Oreochromis niloticus) comercializada no mercado municipal de Salinas-MG.

Flaviana Antunes Sousa, Romário Alves Rodrigues, Fábio Antunes Arruda, Wagner Luiz Moreira dos Santos, Thiago Moreira dos Santos

Resumo


O objetivo deste trabalho foi realizar uma caracterização higiênico-sanitária e tecnológica dos pescadores de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), e do produto comercializado no mercado municipal de Salinas. A caracterização foi realizada através da aplicação de questionário e visita in loco à prática da pesca e local de processamento do pescado. Após esse levantamento, foram coletadas amostras das tilápias diretamente no Mercado Municipal da cidade, nas mesmas condições de venda ao consumidor. Imediatamente as amostras eram levadas ao laboratório de microbiologia do IFNMG (Instituto Federal do Norte de Minas Gerais) – Campus Salinas em caixa isotérmica. As análises microbiológicas do produto foram baseadas na Instrução Normativa 62/2003 do Ministério da Agricultura e os resultados comparados com os padrões microbiológicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A maioria dos pescadores não possui ensino fundamental completo (65%), a pesca é feita de forma artesanal em ceveiros na barragem de Salinas-MG, as etapas de processamento e venda são auxiliadas pelas esposas dos pescadores e só 20% possuem local específico para o beneficiamento do peixe. Constatou-se falhas higiênico-sanitárias e tecnológicas em várias etapas da cadeia produtiva. Detectou-se a presença de Staphylococcus aureus coagulase positiva, e altas contagens de coliformes e mesófilos, em grande parte das amostras coletadas. Ficou evidenciada a necessidade de maior controle higiênico durante as etapas de obtenção, processamento e comercialização da tilápia, muito pela falta de orientação/capacitação dos pescadores pelo poder público em Salinas/MG. 


Palavras-chave


Boas práticas de fabricação, Pescado, Segurança alimentar

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV