A dinâmica dos símbolos como poética transcultural

Adilson Vagner de Oliveira

Resumo


Este trabalho busca refletir sobre as possibilidades poéticas de produções que tomam o encontro de culturas como elemento composicional para discutir questões que ultrapassam os limites da literatura e da cultura. Dessa forma, buscou-se demonstrar a dinâmica dos sistemas simbólicos transculturais por meio da peça política A Revolta da Casa dos Ídolos (1978) de Pepetela, a fim de propor novas perspectivas de compreensão da realidade social de Angola na contemporaneidade. 


Palavras-chave


Literatura Angolana; Pepetela; Poética Transcultural

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/abriluff.v7i14.29856

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 1984-2090 (online)


Indexado em:

Periódicos UFF

Latindex Periódicos CapesDiadorimSumarios.org EZBABECLivreSHERPA-RoMEO MLADialnet


Licença Creative Commons
A Revista Abril utiliza uma licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).