Ficção abissal: partilhas do comum, clivagens coloniais

Alexandre Montaury, Lara Nogueira da Silva Leal

Resumo


O artigo pretende desenvolver uma reflexão acerca da convivência entre os legados do colonialismo e as práticas simbólicas e culturais tradicionais em espaços africanos de língua portuguesa. A partir de uma análise preliminar de textos ficcionais de grande circulação no Brasil, pretende-se examinar clivagens epistemológicas, ou as “linhas abissais” que se configuram como experiências impressas no cotidiano das ex-colônias portuguesas de Cabo Verde, Moçambique e Angola.

---

DOI: http://dx.doi.org/10.21881/abriluff.2016n17a378


Palavras-chave


Relação colonial; narrativas contemporâneas; comunidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/abriluff.v8i17.29909

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN: 1984-2090 (online)


Indexado em:

Periódicos UFF

Latindex Periódicos CapesDiadorimSumarios.org EZBABECLivreSHERPA-RoMEO MLADialnet


Licença Creative Commons
A Revista Abril utiliza uma licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).