Políticas públicas, cultura política e governança pública: um estudo em uma região de vulnerabilidade social em São Paulo

Gilberto de Almeida Sampaio, Armindo dos Santos de Sousa Teodósio, Paula Pessoa de Castro, Rafael Rodrigues de Castro

Resumo


O presente trabalho tem o objetivo de discutir a percepção da população do Bairro Jardim Sandra, localizado no município de Cotia, Região Metropolitana de São Paulo, frente às questões públicas, éticas e sociais que envolvem a vida política no país. A pesquisa constitui-se em um estudo de caso. A coleta de dados foi feita por questionário e coleta documental, e os dados foram analisados qualitativamente. Os resultados apontam vários dramas e tramas na refundação da política. Existe forte percepção de melhoria da situação econômica em geral, porém verifica-se inconsistência nos aspectos relativos aos acertos e erros da atual administração. Na visão dos respondentes o governo atual está fraco, o prestígio do Brasil no exterior tem diminuído, o PMDB continua exercendo influência na política e o clima de instabilidade no Senado é provocado. Constata-se o forte desejo de fazer prevalecer fatores éticos em relação a tudo e a todos, assim como a aceitação do “jeitinho”. A necessidade de “fazer os políticos trabalharem” e de “punir os mensaleiros” decorre da certeza de que existem leniência e corrupção na Presidência da República e nos Ministérios. A maior parte dos entrevistados associa a corrupção ao governo, fazendo referências ao setor público para melhor defini-la. Os resultados revelam possibilidades e levam a sugestões para a construção de ações de intervenção que possam ajudar a mitigar e mesmo superar aspectos nefastos da relação do brasileiro de baixa renda com o espaço público e a cultura pública no país.


Texto completo:

PDF

Referências


FREITAS, Marcelo. (2009). A doença tem cura. In: Pensar Brasil. 10 out., p. 3.

ABRAMOVAY, Ricardo. (2006). Movimento social e a lei de férreo na oligarquia. [S.l.]: Ricardoabramovay.

ALMEIDA, Alberto Carlos. (2007). A Cabeça do Brasileiro. Rio de Janeiro: Record.

ALMEIDA, Alberto Carlos. (2008). A Cabeça do Eleitor: estratégia de campanha, pesquisa e vitória eleitoral. Rio de Janeiro: Record.

AVELAR, Idelber. (2009). A internet e as eleições. In: Pensar Brasil, 9 out.

AVRITZER, Leonardo. (2009). Risco para a democracia. In: Pensar Brasil, 9 out., p. 7.

BURGIERMAN, Denis Russo. (2009). Palavras reveladoras. [S.l.]: Blog Sustentável é Pouco.

CARVALHO, José Murillo de. (2001). Cidadania, estadania, apatia. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 24 jun., p. 8.

CARVALHO, José Murilo de. (2016). Cidadania no Brasil: o longo caminho. 22. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

DAMATTA, Roberto. (1986). O que faz o brasil, Brasil? Rio de Janeiro: Rocco.

DIMENSTEIN, Gilberto. (2009). Quem quer ser um político? Folha de São Paulo, São Paulo, 26 abr.

ELKINS, Zachary. (2000). Quem iria votar? Conhecendo as consequências do voto obrigatório no Brasil. Opinião Pública, Campinas, VI(1), 109-136.

HAIR JR. et al. (2005). Análise multivariada de dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman.

HOLANDA, Sergio Buarque de. (1995). Raízes do Brasil. 26. ed. São Paulo: Companhia das Letras.

MILLER, Warren E.; SHANKS, J. Merrill. (1996). The New American Voter. Cambridge, MA, Harvard University Press.

SPECK, Bruno Wilhelm. (1998). Redespertar de la sociedad civil: la tarea específica de la formación política para la construcción de la ciudadanía. Centro Internacional de Formación Arístides Calvani (IFEDEC), Caracas, Venezuela.

RIBEIRO, Renato Janine. (2007). Financiamento de Campanha (público versus privado). In: Avritzer, Leonardo; Anastasia, Fátima (Org.). Reforma política no Brasil. Belo Horizonte: Editora UFMG, p. 77-81.

SCOLESE, Eduardo. (2009). Uma carrada de barro em troca do voto. Folha de São Paulo, São Paulo, 04 out.

VELLOSO, João Paulo dos Reis (Coord.). (2008). O amor em tempos de desamor e o enigma: o Brasil tem jeito? Rio de Janeiro: José Olympio.

VERBA, Sidney; BRADY, Henry; SCHOLZMAN, Kay. (1995). Voice and Equality: Civic Volunteerism in American Politics. Cambridge MA, Harvard University Press.

WOLFINGER, Raymond E.; ROSENSTONE, Steven J. (1980) Who Votes? New Haven, Yale University Press.




DOI: https://doi.org/10.22409/eas.v2i2.35

Apontamentos

  • Não há apontamentos.