OS SENTIDOS DE AMOR EM FRITZ KAHN: A PEDAGOGIA DA SEXUALIDADE COMO UMA PEDAGOGIA DO SENTIMENTO AMOROSO

Antônio Fontoura

Resumo


Os estudos sobre a sexualidade produziram vasta bibliografia a respeito das formas pelas quais os conhecimentos institucionalizados, particularmente a medicina, contribuíram para construir modelos considerados adequados de comportamento sexual. Nesse artigo busca-se discutir como determinadas obras de autoajuda sexual, os manuais sexuais conjugais, participaram do processo de ensinar homens e mulheres a se adequarem, do ponto de vista sexual, a seu papel social de maridos e esposas. Para isso analisará como A nossa vida sexual, escrito pelo médico alemão Fritz Kahn, participou da popularização desses conhecimentos sexológicos, a partir da relação entre as ideias de amor e ato sexual.

Palavras-chave


Nossa vida sexual; Fritz Kahn; amor; ato sexual

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v18i2.1150

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Gênero, Niterói, Rio de Janeiro, Brasil - ISNN 2316-1108

Licença Creative Commons  Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.