Os Reflexos das Práticas do Empowerment em uma empresa de base tecnológica: estudos e impactos na Gestão Financeira e Operacional

LUCAS ALMEIDA DOS SANTOS, Rene Callegaro de Morais, Rogério Hauschildt, Vania Medianeira Flores Costa, Carlos Eduardo Lopes dos Santos

Resumo


Este estudo que tem como objetivo analisar como as práticas de empowerment influenciam na gestão financeira e operacional de uma empresa de base tecnológica, apresenta-se como um estudo de caso de abordagem descritiva e explicativa de natureza qualitativa, tendo como base o construto proposto por Hall (2008) no que tange o empowerment psicológico. Assim, ao analisar as práticas, percebeu-se a importância de construir conhecimentos acerca do empowerment, a fim de que este possa auxiliar as organizações na geração de autonomia entre usuários, melhorando o processo decisório, bem como os possíveis impactos que a implementação deste modelo de gestão poderá causar no ambiente empresarial, financeiro e operacional. Entendeu-se ainda, que a empresa adotou algumas práticas que fizeram alusão ao empowerment e que após isto, houve um crescimento positivo no desempenho financeiro e operacional. Conclui-se então, que não se pode justificar todas as mutações sofridas no ambiente organizacional frente à adoção destes novos métodos, visto que, reconheceu-se outros fatores que podem ter contribuído para esta situação, como o desempenho operacional, pois a adoção de práticas do empowerment, enfatizando a utilização descentralizada de poder, teve um papel importante para a melhora do desempenho da empresa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/sbij.v0i92.29564

Apontamentos

  • Não há apontamentos.