PERFIL, PERCEPÇÃO E OPINIÃO DOS VISITANTES DO PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA (RJ) EM PERÍODOS DE MAIOR DEMANDA

Autores

  • Marcos Paulo Oliveira
  • Eduardo Ferreira
  • Monique Ribeiro
  • Monika Richter
  • Juliana Souza

DOI:

https://doi.org/10.47977/2318-2148.2015.v3n6p83

Resumo

O Parque Nacional do Itatiaia (PNI), primeira Unidade de Conservação (UC) brasileira, criada em 1937, é aberto à visitação pública desde então. Neste sentido, e considerando-se os atuais números registrados, uma das ações prioritárias é o contínuo planejamento e monitoramento deste uso público. De acordo com dados levantados pela UC, embora os meses de junho/julho sejam os de maior frequência, alguns períodos ao longo do ano recebem quantitativos significativos, atingido picos históricos de visitação como ocorreu em um único dia do ultimo feriado de carnaval. Neste contexto, o presente trabalho objetivou analisar o perfil, a percepção e opinião deste visitante tendo como estudo de caso além do feriado de Carnaval, o da Semana Santa do presente ano (2015). Para tanto foram entrevistadas 322 pessoas, utilizando-se como roteiro de questionário, o mesmo elaborado e adotado pela Unidade. Os resultados apontam que a maioria dos visitantes compreende a faixa etária entre 25 e 45 anos, possuem nível superior e são provenientes principalmente das cidades do Rio e de São Paulo. No geral, destacam como aspecto positivo o estado de conservação do PNI e como aspecto negativo, a atual condição da estrada de acesso aos principais atrativos. Conclui-se que mesmo em momentos de grande demanda de visitação, menos de 10% percebem este número como excessivo, embora em termos de manejo, um dos motivos de maior preocupação seja o gerenciamento de locais para estacionamento dos carros considerando-se que mais de 90% dos entrevistados tem como meio de transporte de acesso, veículos próprios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Paulo Oliveira

Graduando em Turismo, Bacharelado UFRRJ/IM

Eduardo Ferreira

Graduando em Turismo, Bacharelado UFRRJ/IM

Monique Ribeiro

Graduando em Turismo, Bacharelado UFRRJ/IM

Monika Richter

Prof. Dra. de Geografia do Departamento de Educação e Sociedade UFRRJ/IM.

Juliana Souza

Graduando em Turismo, Licenciatura CEDERJ/ UFRRJ/IM.

Referências

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Diretrizes para Visitação em Unidades de Conservação. 72.p. Brasília, 2007.

INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE – ICMBio. Plano de Manejo Parque Nacional do Itatiaia. Encarte 4, 77p. Brasília, 2013. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-planos-de-manejo/pmparnaitatiaiaenc3.pdf. Acesso em: 30 abr. 2014.

INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE – ICMBio. Plano de Manejo Parque Nacional do Itatiaia. Encarte 4, 77p. Brasília, 2013. Disponível em:<http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-planos-de-manejo/pm_parna_itatiaia_enc4.pdf>. Acesso em: 30 abr. 2014.

BRITO, F. E. M. Ecos contraditórios do turismo. Salvador: Edufba, 2007. 197p

GUIMARÃES, M. A Dimensão ambiental na educação. 2. ed Campinas, São Paulo: Papirus. 1995.

Downloads

Publicado

2015-12-31