NOS “LIMITES” DE FERDINAND DE SAUSSURE: COSERIU, WEINREICH, LABOV E HERZOG

Maria Hozanete Alves de Lima, Felipe Morais de Melo

Resumo


Quando se pensa em Ferdinand de Saussure, ao lado da conhecida antonomásia do tipo “Pai da Linguística Moderna”, logo vem à mente as “dicotomias saussureanas”: sincronia-diacronia, língua-fala e sintagma-paradigma.  É possível que essa lembrança se estenda àqueles que jamais leram o Curso de Linguística Geral (CLG). Este trabalho investiga a compreensão de leitores de Saussure sobre ideias pontuais – interligadas às famosas dicotomias –, quais sejam, “mudança”, “sistema” e “homogeneidade”; são leitores especiais, Coseriu (1979) e Weinreich, Labov e Herzog [WLH] (2006). Refletimos sobre ideias desenvolvidas em duas de suas obras: uma relação mais integrativa entre sincronia e diacronia proposta por Coseriu (1979); a integração entre sistema e heterogeneidade pensada por WLH (2006). Procuramos mostrar, contudo, que no próprio CLG (SAUSSURE, 1995) essa relação integrativa já estava posta, malgrado a própria noção de dicotomia e os recortes metodológicos impostos por Saussure para se estudar a língua e colocar a Linguística no seio das ciências tenham favorecido um olhar de não integração entre a noção de “sistema” e “homogeneidade”, por exemplo. Consideremos, para seguirmos as balizas tradicionais da Historiografia Linguística, apenas o Curso de Linguística Geral – como produto de um Saussure canônico, difundido e ortônimo, por menos ortônimo que, a rigor, possa ser considerado o autor de uma obra que encerrou, em seu fazimento, o potencial da apocrifia – deixando, por enquanto, em “silêncio” os manuscritos saussureanos, recentemente vindos a público.


Palavras-chave


Ferdinand de Saussure. Sistema e homogeneidade. Sincronia e diacronia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.v21i40.33372

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:

Portal de Periódicos da UFF

Latindex Porbase Google Acadêmico Diadorim Periódicos Capes EZB DOAJ Sumários.Org ErihPlus


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.