O impacto das redes sociais no processo de migração familiar

Ana Paula Sesti Becker, Lucienne Martins Borges

Resumo


A experiência da migração repercute na dinâmica familiar e social de seus membros implicados nesse processo, tendo em vista a fragilização dos laços afetivos e socioculturais com o país de origem. Este estudo, de caráter qualitativo e exploratório, tem como objetivo identificar as redes sociais de famílias imigrantes no Brasil antes e após, sua migração. Participaram da pesquisa cinco famílias de diferentes nacionalidades: Estadunidense, Argentina, Boliviana, Haitiana e Peruana. Para a coleta de dados utilizou-se o Mapa de Redes e entrevista semiestruturada. Os resultados foram analisados pela Teoria Fundamentada, por meio de análise temático categorial. Os resultados apontaram mudanças estruturais nas redes das famílias, especialmente quanto aos aspectos de tamanho e dispersão após a migração. Considera-se que pela ausência de membros familiares no país de acolhida, as famílias buscaram outras fontes de apoio e sentiram-se mais pertencentes ao novo contexto cultural.


Palavras-chave


Imigração; Redes sociais; Psicologia Intercultural; Teoria Sistêmica; Família

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/ayvu.v2i1.22195

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Ayvu: Revista de Psicologia tem por objetivo favorecer a produção e a livre circulação de ideias que contribuam para a construção de uma Psicologia concernida com sua diversidade interna, suas múltiplas interfaces, o exame crítico de si e de seu tempo, assim como suas implicações teóricas e éticas. Para tanto, opera em regime de fluxo contínuo, publicando artigos originais e inéditos, traduções, entrevistas e resenhas.

Convidamos todas e todos que compartilham dos nossos objetivos a conhecer nossas publicações, e a contribuir com a produção de novos materiais.

Boas leituras!


Equipe editorial

Ana Cabral Rodrigues, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Augusto Cesar Freire Coelho, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Camilo Barbosa Venturi, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Gustavo Cruz Ferraz, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Thiago Constâncio Ribeiro Pereira, Universidade Federal Fluminense (UFF)