MTV e as concepções das audiências: as abordagens de Kaplan, Lewis, Fiske e Goodwin

Paula Rodríguez Marino

Resumo


Este artigo analisa as concepções das audiências presentes em alguns dos trabalhos mais representativos sobre a MTV como são Kaplan (1986; 1992; 1993), Goodwin (1992), Lewis (1990) y Fiske (1986; 1989: 1992) e que vinculam-se, desde perspectivas diferentes, com os Estudos Culturais e como os estudos televisivos, pretendendo estabelecer os seus fundamentos, contradições, e relações. Trata-se de um estudo teórico que reconhece algumas implicações nas caracterizações das noções de audiências utilizadas pelas diversas perspectivas e linhas de pesquisa como o Screen Project, as abordagens pós-modernistas, as analises musicológicas e de meios de comunicação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/contracampo.v0i09.489

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Qualis: B1
ISSN: 2238-2577