Narrativas orais: formas e funções

Michael Hanke

Resumo


Esta contribuição discute as narrativas orais como uma espécie de comunicação cotidiana, abordadas sob duas perspectivas complementares: as formas e as funções. A análise formal trata a estruturação da sintaxe narrativa, segundo a tradição inaugurada pela análise estrutural de Labov/Waletzky. O aspecto funcional trata também a função argumentativa (St. Toulmin), estabelecida entre a própria narrativa e a inserção na conversação. O recorte empírico é composto por narrativas orais de sonhos, já tratado em outros textos, na perspectiva da análise do discurso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/contracampo.v0i09.490

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Qualis: B1
ISSN: 2238-2577