POLÍTICA E EDUCAÇÃO: A QUESTÃO DA CULTURA NA FORMAÇÃO DOS TRABALHADORES

Autores

Resumo

Este artigo apresenta algumas reflexões sobre os elos entre política e educação nos escritos de Gramsci. Acentua a relação entre política e cultura no contexto das relações de hegemonia, as suas características específicas e os caminhos possíveis para a construção de um projeto alternativo de sociedade. A dimensão política da educação define-se a partir da compreensão da hegemonia como uma forma de exercício do poder que se concretiza pelo equilíbrio entre coerção e consenso, domínio e direção intelectual e moral. Neste contexto, para as classes subalternas coloca-se a necessidade de elaborar e exprimir em nova linguagem a sua própria cultura como condição de emancipação política e como produção de sua própria identidade de classe.

Palavras chave: Hegemonia, política, cultura, educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anita Helena Schlesener

Graduação em filosofia, Mestrado em Educação, Doutorado em História. Docente do Mestrado e Doutorado em Educação da UTP-PR.

Referências

ACCARDO, Aldo. Introduzione. In: GRAMSCI, Antonio. Quaderni del Carcere (Edizione anastatica dei manoscritti), Cagliari : B.Treccani|L’Unione Sarda, 2009.

DIAS, Edmundo Fernandes. Compreender o real, demonstrar sua inteligibilidade. In: SCHLESENER, Anita Helena e PANSARDI, Marcos V. Políticas Públicas e Gestão da Educação. Curitiba: Ed. UTP, 2007, PP. 33-46.

GRAMSCI, Antonio. Quaderni del Carcere. Torino : Einaudi, 1978.

_________. Letere dal Carcere. Torino : Einaudi, 1975.

_________. Cronache Torinesi (191301917). Torino: Einaudi, 1980.

SCHLESENER, Anita Helena. Hegemonia e cultura: Gramsci. (3a. Ed.) Curitiba: Ed. UFPR, 2007.

SCHLESENER, Anita Helena. A escola de Leonardo: política e educação nos escritos de Gramsci. Brasília: Líber Livro, 2009.

Downloads