IMAGENS PAGÃS DE DELEUZE A FAROCKI

Autores

  • Silvia Schwarzböck

DOI:

https://doi.org/10.1234/enfil.vi3.47246

Resumo

 

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar o paradigma do cinema como código visual para ver e interpretar imagens parece ter se tornado obsoleto. A partir das analises de Benjamin e em Farocki, buscamos, a partir do materialismo histórico dialético, pensar as imagens sem subordiná-las nem aos critérios do gosto nem aos critérios da arte. É o mesmo que buscava Deleuze sob a inspiração de Bergson e também de Peirce, ainda que - é necessário ressalvar - esses pensadores tivessem mantido o cinema à distância de suas respectivas obras.

Palavras-chave: Cinema; Pós-cinema; Benjamin.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-11-22

Edição

Seção

NÚMERO TEMÁTICO