A França no limiar de novos tempos: Paul Vidal de La Blache e a regionalização

Marie-Vic Ozouf-Marignier, Marie-Claire Robic

Resumo


No âmbito da renovação dos estudos sobre a história do pensamento geográfico, este artigo se opõe as interpretações que consagraram Paul Vidal de la Blache como um intelectual restrito às relações homem-meio e nostálgico da França camponesa. Uma leitura mais atent valiando a dinâmica sócio-econômica e seus impactos espaciais, a contribuição de Vidal de la Blache propunha, como solução para o futuro da França, uma nova regionalização do território nacional.

 

Abstract

 

This article presents a new perspective in the history of geographic thought, by opposing established approaches to Paul Vidal de Ia Blache as an intelectual restrict to relations man-environment and as a nostalgic of peasant France. A deeper reading of his work reveals a progressive passage from an initial "naturalistic" view to a socio-economic and urban-industrial approach. Through these economic impacts, Vidal proposes, as a solution for the future of France, a new regionalization of national temtory.


Palavras-chave


Pensamento Geográfico; Região; Regionalitação; Território francês; País

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/GEOgraphia2007.v9i18.a13540

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Latindex Geodados Periódicos CAPES

GEOgraphia - Revista  do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense

Rua Gal. Milton Tavares, s/n, sala 508, Boa Viagem - Niterói - RJ,

CEP 24210-346

Periodiciodade Quadrimestral - ISSN 2674-8126 (Online). Os conteúdos da Revista GEOgraphia estão licenciados em CC BY.