A linguagem em círculos: experiência e narração em Ricardo Piglia

Autores

  • Rafaela Scardino Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Alexandre Jairo Marinho Moraes Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

DOI:

https://doi.org/10.22409/gragoata.v21i41.33413

Palavras-chave:

Experiência, Linguagem, Ricardo Piglia.

Resumo

Um dos relatos da máquina do romance A cidade ausente, do escritor argentino Ricardo Piglia, apresenta a história de uma menina que, buscando reservar “para si um território próprio [...] do qual quer excluir toda experiência”, acaba por eliminar, desse modo, a linguagem. Assim, sem constituir experiências com as palavras, a menina não apaga apenas o outro, mas também a si mesma, de um relacionamento com o mundo. Como narrar não é exatamente compreender, a experiência constitui-se, fundamentalmente, nas lacunas do que se relata. É na falha, na cisão entre saber e não saber, que se dá, portanto, a narração. A experiência e a narrativa instauram-se nesse intervalo, que se abre, necessariamente, para o outro. A partir de considerações sobre a transmissão da experiência na contemporaneidade, buscamos analisar de que forma, na obra pigliana, acontece a relação entre linguagem e experiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Scardino, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Doutora em Letras/UFES (2015). Professora de Teoria Literária e Literaturas de Língua Portuguesa na Universidade Federal do Espírito Santo. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, atuando principalmente nos seguintes temas: narrativa contemporânea, deslocamento, experiência e comunidades.

Alexandre Jairo Marinho Moraes, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Doutor e mestre em Ciência da Literatura e bacharel em Letras Português/Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pós-doutor em Literatura Brasileira pela Universidade Federal Fluminense. Professor do Programa de Pós-Graduação em Letras/UFES. Participa do Laboratório de Estudos de História Política e das Ideias e do Grupo de Pesquisa "Poesia: suportes formais de significação", ambos registrados no CNPq. Tem experiência nas áreas de Letras, com ênfase em Teoria Literária, Literatura Brasileira e literatura hispano-americana, atuando principalmente nos seguintes temas: modernidade e pós-modernidade, poesia contemporânea.

Downloads

Publicado

2016-12-28

Edição

Seção

Artigos de Literatura