Theodor Koch-Grünberg e a cultura brasileira

Autores

  • Fábio Almeida Carvalho Universidade Federal de Roraima

DOI:

https://doi.org/10.22409/gragoata.v21i41.33421

Palavras-chave:

Theodor Koch-Grünberg, cultura brasileira, século XX.

Resumo

Com o objetivo de demonstrar como o baixo investimento no trabalho sistemático e no conhecimento acumulado sobre a diversidade da realidade nacional associado ao apego pela novidade terminológica influem sobre o sistema da inteligência brasileira, este ensaio apresenta a obra do etnógrafo alemão Theodor Koch-Grünberg – misto de viajante, de linguista, de etnógrafo, de antropólogo e de homem de letras – e discute seu lugar entre os construtos da produção da inteligência brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Almeida Carvalho, Universidade Federal de Roraima

Mestre em Teoria da Literatura/UFPE (1998); doutor em Literatura Comparada/UFF (2011). Professor Associado da Universidade Federal de Roraima, onde atua no curso de Licenciatura Intercultural (graduação), no Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL/UFRR) e no Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Fronteiras (PPGSOF/UFRR). Vem-se dedicando, principalmente, aos temas do estudo das trocas e transferências literárias e culturais e à problemática da interpretação do Brasil a partir do viés da crítica literária.

Downloads

Publicado

2016-12-28

Edição

Seção

Artigos de Literatura