Julio Herrera y Reissig: poesia com pedal

Autores

  • André Fiorussi Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.22409/gragoata.v21i41.33436

Palavras-chave:

Julio Herrera y Reissig (1875-1910), diérese silenciada, Modernismo hispano-americano, Música e poesia, ritmo.

Resumo

Em notas que escreveu para explicar soluções adotadas na tradução de dois poemas franceses, o poeta uruguaio Julio Herrera y Reissig (1875-1910) defende o uso da “diérese silenciada” e toma-o como ponto de partida para uma ampla exposição de uma nova música do verso, constituída por uma série de recursos capazes de promover, em conjunto, uma nova música para a poesia em língua espanhola. Este artigo propõe que as notas de Herrera y Reissig sobre o tema cumprem uma função tática que vai muito além da discussão técnica e normativa, e podem ser interpretadas como uma preceituação e uma descrição da música da chamada poesia modernista hispano-americana. As notas ensejam a percepção de que o ritmo poético não está plenamente inscrito no texto, como tampouco independe dele: produz-se historicamente em construtos complexos, nos quais interferem diversos membros de uma sempre dinâmica comunidade que inclui poetas, leitores, editores, preceptistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Fiorussi, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduou-se em Letras (Espanhol e Português) na Universidade de São Paulo (2003). Concluiu mestrado (2008) e doutorado (2013) no Programa de Pós-Graduação em Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana da Universidade de São Paulo. Concluiu programa de Pós-Doutorado em Literatura Brasileira na Universidade de São Paulo (2014). Atualmente é Professor de Literaturas Hispânicas na Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literaturas Estrangeiras Modernas, atuando principalmente nos seguintes temas: Literaturas ibero-americanas, Modernismo hispano-americano, Rubén Darío, Julio Herrera y Reissig, Sousândrade.

Downloads

Publicado

2016-12-28

Edição

Seção

Artigos de Literatura