O ato de linguagem segundo a Semiolinguística: implicações, explicações e aplicações práticas

Ida Lucia Machado

Resumo


Neste artigo, gostaríamos de tecer algumas considerações sobre um dos conceitos importantes da Semiolinguística de P. Charaudeau, teoria que utilizamos em corpora diversos há mais de 20 anos. Iremos discorrer sobre o que o teórico nomeia ato de linguagem, suas implicações e aplicações práticas. Para tanto, ilustraremos nossos ditos com enunciados extraídos do livro Esquisse pour une auto-analyse (2004), do sociólogo Pierre Bourdieu. Escolhemos escritos desse autor, justamente nesse livro, pois eles se integram, de certa maneira, às nossas pesquisas atuais sobre análise do discurso e narrativas de vida. A análise do discurso proposta por Charaudeau, além disso, carrega em si uma interface com a sociologia. Nosso objetivo é mostrar como conceitos vindos da Semiolinguística são importantes e práticos, ao permitir a realização de possíveis interpretativos de diferentes escritos.


Palavras-chave


Semiolinguística; ato de linguagem; narrativa de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.v24i50.34125

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:

Portal de Periódicos da UFF

Latindex Porbase Google Acadêmico Diadorim Periódicos Capes EZB DOAJ Sumários.Org ErihPlus


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.