Literatura e desenvolvimento, por ocasião do Antropoceno

Autores

Palavras-chave:

Pós-colonial, Antropoceno, Antonio Candido, Dipesh Chakrabarty

Resumo

O artigo busca analisar “Literatura e subdesenvolvimento” (1970), de Antonio Candido, a partir da leitura de The Climate of History in a Planetary Age (2021), de Dipesh Chakrabarty. Neste livro, Chakrabarty procura averiguar as motivações dos líderes anticoloniais de meados do século XX em suas buscas pelo desenvolvimento de seus países. Este gesto analítico, segundo nossa leitura, consiste em um modo de aproximar o conhecimento sobre o Antropoceno do pensamento pós-colonial e de indicar os limites dos desejos de modernização terceiro-mundistas em tempos de crise climática. “Literatura e subdesenvolvimento”, neste sentido, se torna um texto revelador das ambições de um dos mais importantes críticos de cultura do Brasil. Ao reivindicar a dependência nos planos literário, político e econômico, Antonio Candido expõe os anseios modernizantes de toda uma geração. Nosso intuito é fazer emergir, através da teoria pós-colonial, o projeto modernizador que o texto insinua, problematizando seus métodos diante do Antropoceno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-09-06

Como Citar

Correia dos Santos, C. (2022). Literatura e desenvolvimento, por ocasião do Antropoceno. Gragoatá, 27(59), e53313. Recuperado de https://periodicos.uff.br/gragoata/article/view/53313