O imperativo decolonial: uma crítica poscolonial

Autores

Palavras-chave:

Decolonialidade, Abordagens póscoloniais, Fundamentalismo intelectual

Resumo

O imperativo de decolonizar tem sido considerado urgente em várias disciplinas. Para muitas, o adversário são as abordagens pós-coloniais, apresentadas como viciadas pela colonialidade e quase totalmente desprovidas de potencial para a liberação. Este ensaio ressalta críticas ao projeto decolonial latino-americano, incluídas apreciações da decolonialidade como um conflito acadêmico de poder que leva à progressão profissional e enriquecimento dos acadêmicos e instituições do norte global, da falta de autoconsciência do emaranhamento próprio na colonialidade, e de formas de fundamentalismo intelectual e policiamento do pensamento sob premissas de virtuosismo. O ensaio conclui notando a complementariedade do projeto decolonial com a corporatização em curso das universidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-09-06

Como Citar

R. Altschul, N. (2022). O imperativo decolonial: uma crítica poscolonial. Gragoatá, 27(59), e53591. Recuperado de https://periodicos.uff.br/gragoata/article/view/53591