ANTICOMUNISMO NA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA: PASSADO E PRESENTE (1930-2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.0000/hoplos.v4i6.41153

Resumo

Resumo:

O objetivo desse artigo é analisar como o Anticomunismo é reinventado no Brasil através da Política Externa Brasileira em momentos históricos diversos como o século XX e o início do século XXI. Se no século XX, a perseguição política aos comunistas mostrou-se em aparatos institucionais e em articulações com vizinhos, no século atual é percebido pelo movimento de extrema direita brasileiro, o Bolsonarismo, defensor da “desideologização” na Política Externa, por meio de uma suposta neutralidade ideológica contra países considerados bolivarianos-comunistas. A metodologia dessa pesquisa utiliza-se do método de revisão bibliográfica e do método de análise de documentos e discursos oficiais de formuladores da Política Externa Brasileira (PEB). A hipótese defendida no artigo é argumentar que o Anticomunismo na PEB é fenômeno recorrente na estratégia internacional brasileira, quando nas ações políticas internacionais aparece sobre novas formas e ressignificações ao longo do tempo. Como argumentos finais, o Anticomunismo na PEB ocorre como consequência de momentos de crise da democracia liberal e de crises econômicas do sistema internacional nos períodos assinalados, já que possibilitaram o surgimento de movimentos políticos autoritários e anticomunistas que conduzem tal política.

Palavras-chave: Política Externa Brasileira, Anticomunismo, Século XX, Século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo Sorato Oliveira Moreira, Universidade Federal do Amapá(UNIFAP)

Professor de História, Gestor de Inteligência e Inovação, Mestre em História (UNIFAP), Graduado em História (UFPA), Graduado em Relações Internacionais (UNIFAP).

Referências

ALIANÇA pelo Brasil. Estatuto. Publicado em 2019. Disponível em: https://www.aliancapelobrasil.com.br/estatuto-alianca-pelo-brasil.pdf. Acesso em: 24 mai.2020.

ALMEIDA, Paulo Roberto de. Miséria da diplomacia – A destruição da diplomacia no Itamaraty. Boa Vista: Editora UFRR, 2019.

APPADURAI, Arjun. Fadiga da Democracia. In: GEISELBERGER, Heinrich (Org.) A Grande Regressão: um debate internacional sobre os novos populismos - e como enfrentá-los. São Paulo, Estação Liberdade, 2019. p. 19-35.

ARAÚJO, Ernesto. Discurso do ministro Ernesto Araújo durante cerimônia de Posse no Ministério das Relações Exteriores – Brasília, 2 de janeiro de 2019. Publicado em 03 de janeiro de 2019a. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/ministro-das-relacoes-exteriores-discursos/19907-discurso-do-ministro-ernesto-araujo-durante-cerimonia-de-posse-no-ministerio-das-relacoes-exteriores-brasilia-2-de-janeiro-de-2019. Acesso em: 08 jan. 2019.

AYÇAGUER, Ana. La diplomacia del anticomunismo: la influencia del gobierno de Getúlio Vargas en la interrupción de las relaciones diplomáticas de Uruguay con la URSS en diciembre de 1935. Estudos Ibero-americanos, Porto Alegre, v. 34, n. 1, jun. 2008, p. 92-120. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=134612638006. Acesso em: 19 mar. 2020.

BIANCHI, Álvaro. Golpe de Estado: o conceito e sua história. In: FREIXO, Adriano de. MACHADO, Rosana-Pinheiro. (orgs.). Brasil em transe: Bolsonarismo, Nova Direita e desdemocratização. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2019b. p. 50-62.

BOLSONARO, Eduardo. PL 5358/2016. Brasília: Câmara dos Deputados, 2016. Disponível em: https://www.camara.leg.br/propostas-legislativas/2085411. Aceso em: 23 mar. 2020.

BOLSONARO, Jair. Plano de Governo - O Caminho da Prosperidade. Brasília: TSE, 2018.

BOLSONARO, Jair. Discurso do Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante Cerimônia de Posse no Congresso Nacional – Brasília, 1º de janeiro de 2019. Publicado em 01 de janeiro de 2019a. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/presidente-da-republica-federativa-do-brasil-discursos/19887-discurso-do-presidente-da-republica-jair-bolsonaro-durante-cerimonia-de-posse-no-congresso-nacional-brasilia-1-de-janeiro-de-2019. Acesso em: 08 jan. 2020.

BOLSONARO, Jair. Discurso do Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante cerimônia de Recebimento da Faixa Presidencial – Brasília, 1º de janeiro de 2019. Publicado em 01 de janeiro de 2019b. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/presidente-da-republica-federativa-do-brasil-discursos/19899-discurso-do-presidente-da-republica-jair-bolsonaro-durante-cerimonia-de-recebimento-da-faixa-presidencial-brasilia-1-de-janeiro-de-2019. Acesso em: 08 jan. 2020.

BOLSONARO, Jair. Mensagem ao Congresso Nacional, 2019: 1ª Sessão Legislativa Ordinária da 56ª Legislatura. Brasília: Presidência da República, 2019c. Disponível em: http://www.casacivil.gov.br/central-de-conteudos/downloads/mensagem-ao-congresso-2019/. Acesso em: 06 fev. 2019.

BRASIL. A participação do Estado Brasileiro em graves violações no exterior. In: BRASIL. Comissão Nacional da Verdade. Relatório. Brasília: CNV, 2014. p. 175-217. Acesso em: http://cnv.memoriasreveladas.gov.br/images/documentos/Capitulo5/Capitulo%205.pdf. Acesso em: 19 mar. 2020.

BROWN, Wendy. Cidadania Sacrificial: Neoliberalismo, capital humano e políticas de austeridade. Rio de Janeiro: Zazie Edições, 2018.

CALDEIRA NETO, Odilon. Neofascismo, “Nova República” e a ascensão das direitas no Brasil. Conhecer: debate entre o público e o privado, v. 10, n. 24, 2020, p. 120-140. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revistaconhecer/article/view/2060/2420. Acesso em: 28 mai. 2020.

CASTELLS, Manuel. Ruptura: a crise da democracia liberal. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 2018.

CASTILHO, Alessandra.O golpe de 1964 e a política externa brasileira dentro do contexto repressivo. Revista Neiba, v. 3, n. 1, 2014, p. 57-68. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/neiba/article/view/13849. Acesso em: 25 jun. 2020.

CATERINA, GIANFRANCO. Um grande oceano: Brasil e União Soviética atravessando a Guerra Fria (1947-1985). Tese (Doutorado em História), Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, f. 425, 2015. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/27454. Acesso em: 21 jun. 2020.

CERVO, Amado; BUENO, Clodoaldo. História da política exterior do Brasil. 4. Ed. rev. Ampl.,1ª reimpressão. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2012.

CERVO, Amado; LESSA, Antonio. O declínio: inserção internacional do Brasil (2011-2014). Rev. Bras. Polít. Int., v. 57, n. 2, 2014, p. 133-151. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbpi/v57n2/0034-7329-rbpi-57-02-00133.pdf. Acesso: 24 mai. 2020.

EUA. National Security Estrategy of The United States of America. Washington: White House, 2017. Disponível em: https://www.whitehouse.gov/wp-content/uploads/2017/12/NSS-Final-12-18-2017-0905.pdf. Acesso em: 21 mar. 2020.

FREIXO, Adriano de et al (orgs.). A Política Externa Brasileira na Era Lula: Um Balanço. Rio de Janeiro: Apicuri, 2011.

FREIXO, Adriano de. Tudo à frente, nada à frente: protestos de rua e crise política no Brasil (2013-2016). In: FREIXO, Adriano de. (org.). Manifestações no Brasil: as ruas em disputa. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2016. p. 9-40.

FREIXO, Adriano de. As relações exteriores – Bolsonaro, 100 dias. Publicado 10 de abril de 2019a. Le Monde. Disponível em: https://diplomatique.org.br/as-relacoes-exteriores-bolsonaro-100-dias/. Acesso em: 19 mar. 2020.

FREIXO, Adriano de. MACHADO, Rosana-Pinheiro. Dias de um futuro (quase) esquecido: um país em transe, a democracia em colapso. In: FREIXO, Adriano de. MACHADO, Rosana-Pinheiro. (orgs.). Brasil em transe: Bolsonarismo, Nova Direita e desdemocratização. Rio de Janeiro: Oficina Raquel, 2019b. p. 9-24.

FUKUYAMA, Francis. The End of History?. The National Interest, n. 16, 1989, p. 3–18. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/24027184. Acesso em: 13 jun.2020.

LACERDA, Mariana Basso. Neoconservadorismo de periferia: articulação familista, punitiva e neoliberal na Câmara dos Deputados. Tese (Doutorado em Ciência Política), Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, f. 207, 2018.

LACERDA, Mariana Basso. O novo conservadorismo brasileiro. Porto Alegre: Zouk, 2019.

MARQUES, Raphael. Repressão política e anticomunismo no primeiro governo Vargas: a elaboração da primeira lei de segurança nacional. Revista Jurídica da Presidência, Brasília, v.15, n. 107, out./2013-jan./2014, p. 631-665.

MEARSHEIMER, John. Bound to Fail: The Rise and Fall of the Liberal International Order, International Security, v. 43, n. 4 (Spring 2019), p. 7–50. Disponível em: doi.org/10.1162/ISEC_a_00342. Acesso em: 22 mai. 2020.

MIGUEL, Luiz Felipe. O colapso da democracia no Brasil: da constituição ao golpe de 2016. São Paulo: Expressão Popular/ Fundação Rosa Luxemburgo, 2019.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE). Nota 255 – Decisão sobre a suspensão da República Bolivariana da Venezuela do Mercosul em aplicação do Protocolo de Ushuaia sobre Compromisso Democrático no Mercosul. Publicado em 05 de agosto de 2017a. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/17051-decisao-sobre-a-suspensao-da-republica-bolivariana-da-venezuela-do-mercosul-em-aplicacao-do-protocolo-de-ushuaia-sobre-compromisso-democratico. Acesso em: 28 fev. 2020.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE). Nota 259 – Declaração de Lima. Publicado em 08 de agosto de 2017b. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/17073-declaracao-de-lima. Acesso em: 28 jan. 2020.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE). Nota 1 - Declaração do Grupo de Lima. Publicado em 04 de janeiro de 2019a. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/19913-declaracao-do-grupo-de-lima-4. Acesso em: 08 jan. 2020.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE). Nota 93 – Crise na Nicarágua. Publicado em 16 de abril de 2019b. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/20299-crise-na-nicaragua. Acesso em: 23 mai. 2020.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE). Nota 2 – Convocação de Eleições na Bolívia. Publicado em 05 de janeiro de 2020. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/21186-convocacao-de-eleicoes-na-bolivia-2. Acesso em: 23 mai. 2020.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES (MRE). Estado Plurinacional da Bolívia. s/d. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/templates/mre/pesquisa-postos/index.php?option=com_content&view=article&id=4870&Itemid=478&cod_pais=BOL&tipo=ficha_pais&lang=pt-BR. Acesso em: 13 jun. 2020.

MOREIRA, Danilo. O Anticomunismo do Jornal A Palavra: O imaginário e suas mudanças de características (1930-1935). Monografia (Graduação em História), Universidade Federal do Pará, Belém, f. 49, 2012. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3075. Acesso em: 19 mar. 2020.

MOREIRA, Danilo. Comunista? O Diabo? O imaginário anticomunista do jornal A Palavra (1930-1933). In: REIS, Marcos Vinicius; BASTONE, Paula; FERREIRA, Lara. Política, Cultura e Sociedade na Contemporaneidade. Macapá: Editora UNIFAP, 2018. p. 39-63. Disponível em: https://www2.unifap.br/editora/files/2018/05/Livro-Pol%c3%adtica-Cultura-e-Sociedade-na-Contemporaneidade.pdf. Acesso em: 19 mar. 2020.

MOREIRA, Danilo. Análise de Política Externa Brasileira: A continuidade dos governos Temer e Bolsonaro. Monografia (Graduação em Relações Internacionais), Universidade Federal do Amapá, Macapá, f. 156, 2019a. Disponível em: https://www.academia.edu/42088635/An%C3%A1lise_de_Pol%C3%ADtica_Externa_Brasileira_A_continuidade_dos_governos_Temer_e_Bolsonaro. Acesso em: 21 mar. 2020.

MOREIRA, Danilo; LUEDY, Tiago. História e Política Externa: Perspectivas para o governo Bolsonaro. In: GUIMARÃES, Athos; CORDOVIL, Wendel (orgs.). II Simpósio Online de História dos Ananins: Ensino, Pesquisa e Extensão. Ananindeua: Editora Cordovil E-books, 2019b. p. 271-276. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1XZL1Z7k1J32QqysDg3pys1-k2uQYSHyw/view. Acesso em: 21 mar. 2020.

MOREIRA, Danilo. As semelhanças entre os governos Temer e Bolsonaro na Política Externa (2016-2019). Revista Neiba, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, 2020, p. 1-19. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/neiba/article/view/47941/32222. Acesso em: 21 mar. 2020.

NEPOMUCENO, Maria. A missão cultural brasileira no Uruguai: A construção de um modelo de Diplomacia Cultural do Brasil na América Latina (1930-1945). Tese (Doutorado em Integração da América Latina), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

NEPOMUCENO, Maria. A criação de uma Diplomacia Anticomunista no governo Vargas, em 1937. Em Tempo de História, Brasília, n. 33, ago./ dez. 2018, p. 176-189. Acesso em: 19 mar. 2020.

NUNES, Aloysio. Texto-base para o discurso de posse do Ministro de Estado das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira – Palácio Itamaraty, 7 de março de 2017. Publicado em 07 de março de 2017. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/15829-texto-base-para-o-discurso-de-posse-do-ministro-de-estado-das-relacoes-exteriores-aloysio-nunes-ferreira-palacio-itamaraty-7-de-marco-de-2017. Acesso em: 13 jan. 2020.

OLIVEIRA, Adna. O Itamaraty, o corpo diplomático e a ONU no inicio da Guerra Fria: a atuação brasileira entre 1947 a 1956. In: XXIX Encontro Nacional de História, 2017a, Brasília-DF. Anais do XXIX Encontro Nacional de História, 2017a. Disponível em: https://www.snh2017.anpuh.org/resources/anais/54/1502822581_ARQUIVO_anphu2017-ADNA.pdf. Acesso em: 24 abr. 2020.

OLIVEIRA, Adna. O Itamaraty no início da Guerra Fria e a ONU: discussão anticomunista e a perseguição do PCB. Augustus, Rio de Janeiro, v. 22, n. 43, jan./ jun. 2017b, p. 9-17. Disponível em: https://dx.doi.org/10.15202/1764. Acesso em: 25 mai. 2020.

OTÁVIO JUNIOR, Luís. A cruz e a espada contra a foice e o martelo: o anticomunismo católico e militar no Brasil (1917-1945). Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos), Universidade Federal Fluminense, Niterói, f. 152, 2014. Disponível em: http://www.ppgest.uff.br/images/Disserta/2014/Luiz%20Otvio.pdf. Acesso em: 19 mar.2020.

PENA, Lara. “Globalismo”: o discurso em política internacional sob a ideologia da nova extrema direita brasileira. Fronteira, Belo Horizonte, v. 18, n. 36, 2º semestre 2019, p. 371-386. Disponível em: file:///C:/Users/Home/Downloads/19677-Texto%20do%20artigo-76388-2-10-20190926.pdf. Acesso em: 20 mar. 2020.

PENA FILHO, Pio. O Itamaraty nos anos de chumbo – O Centro de Informações do Exterior (CIEX) e a repressão no Cone Sul. Rev. Bras. Polit. Int., v. 52, n. 2, 2009, p. 43-62. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-73292009000200003. Acesso em: 13 jun. 2020.

PIMENTEL, Gabriel Fernandes. Política Externa do governo Geisel (1974-1979): análise realista neoclássica. Estudos Internacionais, v. 3, n. 2, jul-dez- 2015, p. 203-224. Disponível em: file:///C:/Users/Home/Downloads/10602-Texto%20do%20artigo-46242-1-10-20160920.pdf. Acesso em: 13 jun. 2020.

PRADO, Mayra do. A atuação do Centro de Informações do Exterior (CIEX) do Itamaraty de 1966 a 1986: A reexternalização do conflito ideológico. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais), UNESP/UNICAMP/PUC-SP, São Paulo, f. 95, 2017. Acesso em: 21 mai. 2020.

PROTO, Leonardo. História dos conceitos: fundamentos teórico-metodológico para construção da historiografia. Revista Espaço Acadêmico, n. 122, ano XI, jul. 2011, p 74-81. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/12749. Acesso em: 25 mai. 2020.

REDAÇÃO O SUL. Comércio entre Brasil e Venezuela volta a cair em 2019 e atinge o menor valor em 20 anos. Redação o Sul, 16 de janeiro de 2020. Disponível em: https://www.osul.com.br/comercio-entre-brasil-e-venezuela-volta-a-cair-em-2019-e-atinge-o-menor-valor-em-20-anos/. Acesso em: 14 jun. 2020.

RÊGO, Manoel. A trajetória de Juracy Magalhães na ditadura: entre suas memórias e a história. In: XXIX Encontro Nacional de História, 2017, Brasília-DF. Anais do XXIX Encontro Nacional de História, 2017. Disponível em: https://www.snh2017.anpuh.org/resources/anais/54/1502807559_ARQUIVO_AtrajetoriadeJuracyMagalhaesnaDitadura-entreamemoriaeahistoria.pdf. Acesso em: 29 abr. 2020.

RIDENTI, Marcelo. O fantasma da revolução brasileira. 2ª ed. São Paulo: Editora Unesp, 2010.

RODEGHERO, Carla. Memórias e avaliações: norte-americanos, católicos e a recepção do anticomunismo brasileiro entre 1945 e 1964. Tese (Doutorado em História), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002a.

RODEGHERO, Carla. Religião e patriotismo: o anticomunismo católico nos Estados Unidos e no Brasil nos anos da Guerra Fria. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 22, n. 44, 2002b.

SALOMÃO, Fernanda. A política externa do segundo governo Vargas (1951-1954). Monografia (Graduação em Relações Internacionais), Fundação Armando Alvares Penteado, São Paulo, f. 55, 2015.

SARAIVA, Miriam; SILVA, Álvaro. Ideologia e pragmatismo na política externa de Jair Bolsonaro. Relações Internacionais, Lisboa, n. 64, dez. 2019, p. 117-137. Disponível em: http://www.ipri.pt/images/publicacoes/revista_ri/pdf/ri64/RI_64_art08_MGSAVCS.pdf. Acesso em: 26 mai. 2020.

SERRA, José. Discurso do ministro José Serra por ocasião da transmissão do cargo de ministro de estado das Relações Exteriores. Publicado em 18 de maio de 2016. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/ministro-das-relacoes-exteriores-discursos/14038-discurso-do-ministro-jose-serra-por-ocasiao-da-cerimonia-de-transmissao-do-cargo-de-ministro-de-estado-das-relacoes-exteriores-brasilia-18-de-maio-de-2016. Acesso em: 26 mar. 2020.

SETEMY, Adriana. Por uma memória “diplomática”: O Itamaraty e o combate ao inimigo escarlate. In: X Encontro Estadual de História, 2010, Santa Maria-RS. Anais doX Encontro Estadual de História, 2010. Disponível em: http://www.eeh2010.anpuh-rs.org.br/resources/anais/9/1276805216_ARQUIVO_ArtigoANPUHRS2010.pdf. Acesso em: 19 mar. 2020.

SETEMY, Adriana. O Itamaraty e a institucionalização das políticas de repressão ao comunismo: revisão e novos apontamentos historiográficos. Clio, Recife, v. 31, n. 2, jul./dez. 2013a, p. 1-22. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaclio/article/view/24447. Acesso em: 19/03/2020.

SETEMY, Adriana. Sentinelas das fronteiras: o Itamaraty e a diplomacia brasileira na produção de informações para o combate ao inimigo comunista (1935-1966). Tese (Doutorado em História), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, f. 341, 2013b. Disponível em: http://objdig.ufrj.br/34/teses/805242.pdf. Acesso em: 19 mar. 2020.

SETEMY, Adriana. A conformação do Cone Sul em espaço transnacional de exílio e vigilância anticomunista: uma perspectiva a partir da análise dos telegramas diplomáticas (1935-1966). Antíteses, Londrina, v. 8, n. 15, nov. 2015, p. 101-131. Disponível em: Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=193343056006. Acesso em: 20 mar. 2020.

SILVA, Dinair da. Fronteiras estratégicas: as Antilhas sob a ótica da diplomacia brasileira, 1947-1953. Revista Brasileira do Caribe, v. 3, n. 5, jul./dez. 2002, p. 93-124. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rbrascaribe/article/view/3104. Acesso em: 21 mar. 2020.

SILVA, Eliene. O anticomunismo nos discursos políticos dos anos JK. Em tempos de História, Brasília, n. 14, jan./ jun. 2009, p.76-95.

SZILÁGYI, Ágnes. A Revolução Húngara de 1956 e a argumentação anticomunista no discurso público no Brasil no tempo da formação da Política Externa Independente. Estudos Americanos, Porto Alegre, v. 42, n. 1, jan.-abr./ 2016, p. 127-141. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/iberoamericana/article/view/21831. Acesso em: 24 abr. 2020.

TEITELBAUM, Benjamin. War for eternity – inside bannon’s far right circleof global power brokers. California: Dey Street Books, 2020.

TEMER, Michel. Discurso do Presidente da República em exercício, Michel Temer, durante cerimônia de posse dos novos ministros de estado – Brasília, 12 de maio de 2016. Publicado em 12 de maio de 2016. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/discursos-artigos-e-entrevistas-categoria/presidente-da-republica-federativa-do-brasil-discursos/14020-discurso-do-presidente-da-republica-em-exercicio-michel-temer-durante-cerimonia-de-posse-dos-novos-ministros-de-estado-brasilia-12-de-maio-de-2016. Acesso em: 05 mar. 2020.

TORRES, Raquel. O Inferno e o Paraíso se confundem: Viagens de brasileiros à URSS (1928-1933). Dissertação (Mestrado em História), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, f. 189, 2013. Disponível em: Acesso em: 20 mar. 2020.

Downloads

Publicado

2021-03-06

Como Citar

Oliveira Moreira, D. S. (2021). ANTICOMUNISMO NA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA: PASSADO E PRESENTE (1930-2020). Revista Hoplos, 4(6), 26-49. https://doi.org/10.0000/hoplos.v4i6.41153

Edição

Seção

Artigos