RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS POR MEIO DAS IMAGENS: OS “QUADROS HISTÓRICOS DA GUERRA DO PARAGUAY” E A RELAÇÃO BRASILEIRA COM O MUNDO “CIVILIZADO”

Autores

  • Álvaro Saluan da Cunha UFJF
  • Raphael Braga de Oliveira UFJF

DOI:

https://doi.org/10.0000/hoplos.v3i5.41163

Resumo

No final da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), ocorreram variadas produções para celebrar os êxitos brasileiros em batalha, mesmo problemas sociais e econômicos que o conflito trouxe para o país. Nesse contexto, a coleção Quadros historicos da guerra do Paraguai contou com nove fascículos, onde as litogravuras foram baseadas em pinturas e desenhos de personagens de prestígio no mundo das artes, além de textos escritos por diversos intelectuais da época, onde eram abordadas algumas passagens do conflito. Foi mapeada a aquisição dessa coleção pelos Ministérios do Império, que circulou dentro do Estado e fora dele, enviando a diversas legações da América e além-mar, utilizando-se do discurso civilizador. Este artigo mostrará a aproximação da coleção com as relações diplomáticas do período, que inclui a ação de José Maria da
Silva Paranhos Júnior, futuro Barão do Rio Branco, que fazia desenhos e comentava a guerra no periódico francês L’Illustration, defendendo o ponto de vista brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Saluan da Cunha, UFJF

Doutorando e Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal
de Juiz de Fora. Bacharel e Licenciado em História com ênfase em Patrimônio Histórico pela mesma instituição.

Raphael Braga de Oliveira, UFJF

Mestrando em História Social pelo Programa de Pós-
Graduação em História da Universidade Federal Fluminense e Bacharel e Licenciado em História pela mesma instituição.

Referências

AUGUSTO, J. C. A Vida Fluminense, “folha joco-séria-illustrada” (1868-1875). Curitiba: XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2009, p. 2. Disponível em:

http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2009/resumos/R4-1235-1.pdf. Acessado dia 04/03/2018.

BORMANN, J. B. História da Guerra do Paraguay. Curitiba: Impressora Paranaense, 1897, v. 2, p. 113.

CARVALHO, J. M. Nação e cidadania no império: novos horizontes. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

CUNHA, A. S. As litografias da coleção “Quadros historicos da guerra do Paraguay” na década de 1870: projeto editorial e imagens. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de Ciências Humanas, Universidade Federal de Juiz de Fora. Juiz de Fora, 2019.

DANTAS, C. V. Verbete sobre Angelo Agostini Dicionário Histórico-Biográfico da Primeira República (1889-1930), coordenado por Alzira Alves de Abreu (CPDOC, FGV). Rio de Janeiro: FGV, 2010.

DONATO, H. Dicionário das batalhas brasileiras. São Paulo: IBRASA, 1996.

DORATIOTO, F. Maldita guerra: nova história da Guerra do Paraguai. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

KNAUSS, Paulo. O desafio de fazer história com imagens: arte e cultura visual. ArtCultura (UFU), v. 8, p. 97-119, 2006.

SCHLICHTA, C. A. B. D. A pintura histórica e a elaboração de uma certidão visual para a nação, no século XIX. Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e

Artes, Programa de Pós-Graduação em História: Curitiba, 2006.

TORAL, A. A. Imagens em desordem: a iconografia da guerra do Paraguai (1864-1870). São Paulo:

Humanitas FFLCH USP, 2001.

Downloads

Publicado

2020-03-25

Como Citar

da Cunha, Álvaro S., & de Oliveira, R. B. (2020). RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS POR MEIO DAS IMAGENS: OS “QUADROS HISTÓRICOS DA GUERRA DO PARAGUAY” E A RELAÇÃO BRASILEIRA COM O MUNDO “CIVILIZADO”. Revista Hoplos, 3(5), 11-30. https://doi.org/10.0000/hoplos.v3i5.41163

Edição

Seção

Artigos