O Maranhão pelo jornalismo efêmero dos stories: a construção de territórios em O Imparcial, Imirante e Imperatriz Online

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/rmc.v16i1.52160

Palavras-chave:

Instagram, Stories, Jornalismo, Redes Sociais, Ciberterritório

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a construção de territórios nas publicações do Instagram Stories dos perfis noticiosos de O Imparcial, Imirante e Imperatriz Online. Para análise, utilizamos os conceitos de periferia e espaço de Milton Santos (2007), territórios virtuais de Barth, Fragoso, Rebs (2011) e de instantaneidade de Bradshaw (2014). Durante a semana de 14 a 18 de junho de 2021, foram catalogados e classificados os posts de acordo com o veículo, a editoria, o local da notícia e a natureza do conteúdo. Ao todo, foram mapeadas 153 publicações nos Stories do Imperatriz Online (ITZ Online), 142 nos do O Imparcial e 126 nos do Imirante. Entre os resultados observou-se que a produção tem características jornalísticas e potencialmente novas formas de transmissão de notícia após o período pandêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Petronilio Filipe Costa Ferreira, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Jornalista pela Universidade Federal do Maranhão, mestrando no Programa de Pós-graduação em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa. 

Paula Melani Rocha, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1991), graduação em Jornalismo pela Faculdade Casper Líbero (1990), mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (1997) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (2004). Tem pós-doutorado em Jornalismo pela Universidade Fernando Pessoa, Porto-Portugal. Atualmente é professora associada do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo e da graduação em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa. 

Rafael Schoenherr, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutor em Geografia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, professor do Programa de Pós-graduação em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa.  Pesquisa Cultura e Espaço Público nas cidades, fotojornalismo, jornalismo cultural, produção jornalística e acervos de periódicos.  Diretor de Acervo do Museu Campos Gerais desde 2018.

Referências

ANDERSON, C.; BELL, Emily; SHIRKY, Clay. Jornalismo pós-industrial. Revista de Jornalismo ESPM, São Paulo, n. 5, ano 2, abr./jun. de 2013.

ASSIS, Ingrid. Jornalismo Autodestrutivo, no Snapchat e Stories do Instagram, e o consumo de informação na Pós-Modernidade. In: Más sobre Periodismo y Derechos Humanos Emergentes. (pp. 221-234). Sevilla: IdUs, 2020, p. 221-234. Disponível em: <https://idus.us.es/bitstream/handle/11441/97255/Cap%c3%adtulo%2016.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em 18 jul. 2021.

BARTH, Daiani; FRAGOSO, Suely. REBS, Rebeca. Territorialidades virtuais: identidade, posse e pertencimento em ambientes multiusuário online. Matrizes, v.5, n.1, 2011, p. 211-225.<https://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/38317/41166>. Acesso em 18 jul. 2021.

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO COVID-19. Boletim Informativo Diário, São Luís, 19 jun. 2021. Disponível em: <https://www.saude.ma.gov.br/wp-content/uploads/2021/06/BOLETIM-19-06.pdf>. Acesso em 18 jul. 2021.

BRADSHAW, Paul. Instantaneidade: Efeito da rede, jornalistas mobile, consumidores ligados e o impacto no consumo, produção e distribuição. In: Canavilhas, João (Org.). WEBJORNALISMO: 7 características que marcam a diferença. Covilhã: Livros Labcom,Covilhã, Livros Labcom. 2014. Disponível em: <https://www.labcom.ubi.pt/ficheiros/20141204-201404_webjornalismo_jcanavilhas.pdf>. Acesso em 18 jul. 2021.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede – A era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

COMO criar e o que colocar nos destaques do Instagram. Blog Comercial, 4 jul. 2019. Disponível em <https://business.instagram.com/blog/como-criar-e-o-que-colocar-nos-destaques-do-instagram?locale=pt_BR>. Acesso em 8 dez. 2021.

COSTA, Érica Barroso. Narrativas Jornalísticas digitais nas Redes Sociais: periódicos brasileiros e portugueses em formato de stories. 2020. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação – Faculdade de Letras, Universidade do Porto, Porto, 2020. Disponível em: <https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/130207/2/429957.pdf>. Acesso em 18 jul. 2021.

CRELIER, Cristiane. Estimativa de julho prevê safra recorde de 256,1 milhões de toneladas em 2021. Agência IBGE, Brasília, 10 de ago. de 2021. Disponível em<https://censos.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/31326-estimativa-de-julho-preve-safra-recorde-de-256-1-milhoes-de-toneladas-em-2021>. Acesso em 3 jan. 2022.

CRESCE o número de domicílios com acesso à internet no Maranhão, diz pesquisa do IBGE. Imirante, São Luís, 14 abr. 2021. Disponível em: <https://imirante.com/sao-luis/noticias/2021/04/14/cresce-numero-de-domicilios-com-acesso-a-internet-no-maranhao-diz-pesquisa-do-ibge.shtml>. Acesso em 20 jun. 2021.

DIGITAL 2021: Global Overview Report. We are social, Nova York, 2021. Disponível em <https://wearesocial.com/digital-2021>. Acesso em 18 jul. 2021.

DIGITAL News Report 2021. Reuters Institute, Oxford, 2021. p. 164. Disponível em: <https://reutersinstitute.politics.ox.ac.uk/sites/default/files/2021-06/Digital_News_Report_2021_FINAL.pdf>. Acesso em 18 jul. 2021.

GROTH, Otto. O poder cultural desconhecido. Fundamentos da Ciência dos Jornais. Tradução de Liriam Sponholz. Petrópolis: Vozes, 2011.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. Rio de Janeiro: 2017. Disponível em < https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/ma/sao-luis.html>. Acesso em 29 dez. 2021.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. Rio de Janeiro: 2017a. Disponível em < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma/imperatriz/panorama>. Acesso em 29 dez. 2021.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades. Rio de Janeiro: 2017b. Disponível em < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma/panorama>. Acesso em 29 dez. 2021.

IMIRANTE.COM: 20 anos de credibilidade no dia a dia do Maranhense. Imirante, São Luís, 18 set. 2020. Disponível em:<https://imirante.com/maranhao/noticias/2020/09/18/imirante-com-20-anos-de-credibilidade-no-dia-a-dia-do-maranhense.shtml>. Acesso em 29 dez. 2021.

IMPERATRIZ ONLINE. About. Imperatriz Online, 2013. Disponível em: < https://www.facebook.com/ImperatrizOnline/about/?ref=page_internal>. Acesso em 29 dez. 2021.

LOPES, Fernando; TOOGE, Rikardy. Perspectivas positivas para safra de grãos no Matopiba. Valor Econômico, São Paulo, 3 nov. 2021. Disponível em:<https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2021/11/03/perspectivas-positivas-para-safra-de-graos-no-matopiba.ghtml>. Acesso em 3 jan. 2022.

MARANHÃO é o estado do Brasil com maior percentual de pessoas sem instrução. G1 Maranhão, São Luís, 15 jul. de 2020. Disponível em <https://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2020/07/15/maranhao-e-o-estado-do-brasil-com-maior-percentual-de-pessoas-sem-instrucao.ghtml>. Acesso em 19 jun. 2021.

NUNES, J. et. al. Pelas Entrelinhas da Narrativa: O Posicionamento dos Jornais Impressos na Disputa ao Governo do Maranhão. In.: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 42.; INTERCOM JÚNIOR, 2019, Belém. Anais. Belém: Intercom, 2019. Disponível em: <https://portalintercom.org.br/anais/nacional2019/resumos/R14-0737-1.pdf>. Acesso em 19 jun. 2021.

O IMPARCIAL alcança maior audiência da sua história: 8,6 milhões de acessos. O Imparcial, São Luís, 02 jun. 2020. Disponível em: <https://oimparcial.com.br/noticias/2020/06/o-imparcial-alcanca-maior-audiencia-da-sua-historia-86-milhoes-de-acessos/>. Acesso em 29 dez. 2021.

PAES, Gustavo. Panorama Setorial - Força do Matopiba. Fundaj, Brasília, 13 de out. de 2021. Disponível em:<https://www.gov.br/fundaj/pt-br/destaques/observa-fundaj-itens/observa-fundaj/tecnologias-de-convivencias-com-as-secas/panorama-setorial-forca-do-matopiba>. Acesso em 3 jan. 2022.

RECUERO, Raquel. Redes Sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

REGIÃO metropolitana de São Luís já tem 1,5 milhão de habitantes. Imirante, São Luís, 10 set. 2015. Disponível em: < https://imirante.com/oestadoma/noticias/2015/09/10/ilha-ja-tem-mais-de-1-5-milhao-de-habitantes/>. Acesso em 29 dez. 2021.

SANTOS, Milton. O espaço cidadão. São Paulo: Ed. Universidade de São Paulo, 2007. p.107-120.

STORIES: Compartilhe seus momentos do dia a dia. Instagram Brasil. São Paulo, s.d.Disponível em: < https://about.instagram.com/pt-br/features/stories >. Acesso em 29 dez. 2021.

STRAUBHAAR, Joseph. Global, híbrida ou múltipla? A nova geografia cultural das identidades. In.: MOREIRA, S. et. al. Geografias da Comunicação no Brasil, 10 anos. São Paulo: Intercom, 2019, p. 26-57.

ZENHA, Luciana. Redes Sociais Online: o que são as redes sociais e como se organizam? Caderno de Educação, Belo Horizonte, v. 1, n. 49, p. 19-42, ano 20, 2017/2018. Disponível em: < https://revista.uemg.br/index.php/cadernodeeducacao/article/view/2809/1541 >. Acesso em 18 jul. 2021.

Downloads

Publicado

2022-01-19 — Atualizado em 2022-01-27

Versões

Como Citar

Ferreira, P. F. C., Rocha, P. M., & Schoenherr, R. . (2022). O Maranhão pelo jornalismo efêmero dos stories: a construção de territórios em O Imparcial, Imirante e Imperatriz Online . Revista Mídia E Cotidiano, 16(1), 66-87. https://doi.org/10.22409/rmc.v16i1.52160 (Original work published 19º de janeiro de 2022)