Esta é uma versão desatualizada publicada em 2022-01-19. Leia a versão mais recente.

Masterplano: mediação radical em ambiências de festas online no contexto da pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/rmc.v16i1.52164

Palavras-chave:

mediação radical, plataforma, música eletrônica, affordances

Resumo

Com a pandemia de COVID-19 e o crescimento de festas em plataformas online, diversas práticas em ambiências da ecologia midiática digital foram configuradas. O objetivo deste artigo é investigar as redes de mediações estabelecidas nas festas de música eletrônica em plataformas, destacando-se aqui a plataforma francesa Shotgun, que ambienta o trabalho do Masterplano, coletivo artístico de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Este estudo se ampara nos conceitos de mediação radical e estudos de plataformização e destaca a festa online Masterplano em Chromakeyla Tour, na plataforma Shotgun, que aconteceu em junho de 2020 como objeto de análise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Moura Pacheco Cortez, Universidade Federal de Ouro Preto

Doutora em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora adjunta da Faculdade de Jornalismo da Universidade Federal de Outro Preto (UFOP). Integra o grupo de pesquisa Convergência e Jornalismo (ConJor) e o Grupo MediAção. 

Sóstenes Siqueira, Universidade Federal de Ouro Preto

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal do Tocantins, especialista em Produção e Crítica Cultural pela PUC Minas e atualmente é mestrando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e Bolsista CAPES.

Referências

ASSEF, Claudia. Capslock faz 8 anos de resistência, line-up do aniversário está incrível. Uol Urban Taste - 16 de janeiro de 2019. Disponível em: <https://cutt.ly/VfcULq8>. Acesso em 15 jun.2021.

BUZATTI, Lucas. Muito além do tux-tux: coletivos reinventam a cena eletrônica de BH. Hoje em Dia, Belo Horizonte, 21 de outubro de 2017. Disponível em <https://cutt.ly/2flhXMf>. Acesso em 15 jun.2021.

FERREIRA, Pedro Peixoto. Transe Maquínico: quando som e movimento se encontram na música eletrônica de pista. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 14, n. 29, p. 189-215, jan./jun de 2008. Disponível em: <https://cutt.ly/XflhC8r>. Acesso em 15 jun.2021.

GRUSIN, Richard. Radical Mediation. In: Critical Inquiry. The University of Chigaco Press. Vol.42, No.1 (Autumm 2015), pp.124-148.

HUTCHBY, Ian. “Technology, Texts, and Affordances.” Sociology. May 2001 vol. 35 no. 2. 441-456

LANGLOIS, Ganaele. Meaning in the age of Social Media. Palgrave Macmillan. New York, NY, 2014.

LATOUR, Bruno. Reagregando o Social: uma introdução à teoria do Ator-Rede. Salvador: Edufba, 2012; Bauru, São Paulo:Edusc, 2012.

LE CORRE, Tristan. Pourquoi événements et streaming sont incompatibles. Medium - 19 de junho de 2020. Disponível em: < https://bit.ly/3drIvVF >. Acesso em 7 dez. 2021.

______, Tristan. Une vision de l’événementiel après le confinement. Medium - 14 de junho de 2020. Disponível em: <https://cutt.ly/RnKH5wW>. Acesso em 15 jun.2021.

LEMOS, André. Epistemologia da comunicação, neomaterialismo e cultura digital. GALÁXIA (SÃO PAULO. ONLINE), v. 43, p. 54-66, 2020.

LIEVROUW, Leah A. Materiality and Media in Communication and Technology Studies: An Unfinished Project. In: Materiality and Media in Communication and Technology Studies: An Unfinished Project. In: Media Technologies: essays on Communication, Materiality and Society.The MIT Press. Cambridge, Massachusetts. London, England, 2014.

PEREIRA, Simone Luci; GHEIRART, Oziel. Caminhos da cena de música eletrônica em festas de rua em SP: estéticas, territórios e ativismos na festa e no personagem CARLOS CAPSLOCK. Comunicação & Inovação, PPGCOM/USCS - v.21, n.45 [03-21] jan-abr 2020.

PASQUINELLI, Matteo; JOLER, Vladan. The Nooscope Manifested: Artificial Intelligence as Instrument of Knowledge Extractivism. KIM research group (Karlsruhe University of Arts and Design) and Share Lab (Novi Sad), 1 May 2020 (preprint forthcoming for AI and Society). Disponível em: http://matteopasquinelli.com/nooscope/ Acesso em: 16. Mar. 2021

ROGERS, Richard. Digital Methods. Cambridge: The MIT Press, 2013.

VAN DIJCK, José Van.; POELL, Thomas.; DE WAAL, Martijn. The platform society: Public values in a connective world. Oxford: Oxford University Press, 2018.

VENTURINI, Tommaso., BOUNEGRU, Liliana., GRAY, Jonathan., & ROGERS, Richard. (2018). A reality check(list) for digital methods. New Media & Society, (forthcoming), 146144481876923. http://doi.org/10.1177/1461444818769236.

Downloads

Publicado

2022-01-19

Versões

Como Citar

Cortez, N. M. P., & Siqueira, S. R. (2022). Masterplano: mediação radical em ambiências de festas online no contexto da pandemia. Revista Mídia E Cotidiano, 16(1), 88-109. https://doi.org/10.22409/rmc.v16i1.52164