Games e Espaço Geográfico Usos e apropriações das mídias locativas nos jogos digitais

Luiz Adolfo Andrade

Resumo


O presente artigo discute a relação entre jogos digitais e mídias locativas. Partindo da pergunta “qual a função do espaço nos games?”, pretende-se apresentar uma classificação para os jogos digitais de acordo com a função do espaço geográfico na interação e com usos e apropriações de tecnologias e serviços baseados em localização. A hipótese sustenta que, a partir de uma classificação em duas categorias principais, chamadas videogame e jogo locativo, as mídias locativas podem figurar de duas maneiras, nomeadas uso centralizado e apropriação periférica. Esta proposta é devedora da função do espaço geográfico no jogo e da noção de tecnologia calma. A pesquisa aqui desenhada é conduzida a partir da experiência em jogos locativos, games que utilizam as mídias locativas como recurso para seu desenvolvimento.


Palavras-chave


Jogos digitais. Mídias locativas. Espaço. Tecnologia calma.

Texto completo:

PDF

Referências


AARSETH, E. Allegories of Space: The Question of Spatiality in Computer Games. In ESKELINEN, M.; KOSKIMAA, R. (eds.) Cybertext Yearbook. 2000, University of Jyväskylä. (http://www.hf.uib.no/hi/espen/papers/space/) Acesso em Junho de 2016

AUTOR

AUTOR

ANDRADE, L.A.; MEDEIROS, M. Rumo a um ambiente (lúdico) sensorial ressonante: jogos locativos, espaço urbano e música In: SÁ, S; POLIVANOV, B.; EVANGELISTA, S. Música, som e cultura digital: perspectivas comunicacionais brasileiras. Rio de Janeiro: E-Papers, 2016.

___________________________M. Jogos Pervasivos e Zonas Bluetooth. Espaço, lugar e mediação em práticas comunicacionais contemporâneas. Culturas Midiáticas .João Pessoa: UFPB, 2013

CERTEAU, M. A Invenção do Cotidiano. Petrópolis: Vozes, 1994

FALCÃO, T; ANDRADE, L.A.; FERREIRA, E.; BRUNI, P. Locative Media and Playful Appropriations Or How Electronic Games Help to Redefine the Meaning of Space” In: R. Firmino, F. Duarte and C. Ultramari. ICTs for Mobile and Ubiquitous Urban Infrastructures: Surveillance, Locative Media and Global Networks. Hershey: IGI Global, 2011.

HUIZINGA, J. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2005.

JANSSON, A; FALKHEIMER, J. Geographies of Communication. The Spatial Turn in Media Studies.Götenburg: Nordicom, 2006.

LEMOS, A., FIRMINO, R. I Connect, Therefore I am! Places, Locales, Locations and Informational Territorialization. Revista Estudos do Século XX. n. 15, Imprensa da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 2015.

LEMOS, A. Comunicação, espaço, jogos. Jogos móveis locativos. IN: ANDRADE, LA; FALCÃO, T. Realidade Sintética: jogos eletrônicos, comunicação e experiência social. São Paulo: Scortecci, 2012.

__________Você está aqui! Mídia Locativa e teorias da “Materialidades da Comunicação” e “Ator-rede”. IN Comunicação e Sociedade., Ano 32- Número 54. São Bernardo do Campo: Metodista, 2010

MONTOLA, M; STENROS, J; WAERN, A: Pervasive Games: Theory and Design. Oxford: Morgan Kaufmann editor, 2009.

SANTOS, M. Espaço e Sociedade. Petrópolis, Vozes, 1979.

SALEN, K.; ZIMMERMMAN E .Regras do Jogo: fundamentos de design de jogos. Vol.1: Principais conceitos. São Paulo: Blucher, 2012

SOJA, E. Post-modern geographies: the reassertion of space in critical social theory. London: Verso, 1989.

TUAN, Y. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. Londrina: EdUEL, 2013.

WEISER, M. The computer for the 21st century. In: Scientific American (pp. 66-75). 265(3), 1991.

WEISER, M; SEELY-BROWN, J. The Comming Age Of Calm Technology. Palo Alto, 1997




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v10i10.9795

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC 
Universidade Federal Fluminense - UFF
Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510
e-mail: pmc.ega@id.uff.br
Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681