COMUNICAÇÃO & ARTE EM PERSPECTIVA ECOSSISTÊMICA E SEMIÓTICA

Ítala Clay de Oliveira Freitas, Rafael de Figueiredo Lopes

Resumo


O artigo apresenta pressupostos acerca da perspectiva inter e transdisciplinar de Ecossistemas Comunicacionais, indicando aportes e trilhas teóricas que embasam esse "conceito aberto", que preconiza um diálogo contextual com os novos arranjos da ciência e pensadores voltados a uma compreensão sistêmica e complexa dos fenômenos, reconhecendo o dinamismo e a interdependência dos acontecimentos físicos, biológicos e socioculturais. Nesse sentido propõe uma reflexão entre Comunicação e Arte, pelas dimensões do sensível e da cognição, sublinhando o caráter expressivo no entrelaçamento entre esses dois campos do conhecimento. A abordagem teórico-metodológica é feita a partir da semiótica, em diálogo-trama com aspectos da história, antropologia, processos de criação, e estudos sobre o corpo e o ambiente. Desse modo, apresenta uma possibilidade de leitura por meio de inter-relações e interdependências, sugerindo uma compreensão relacional estabelecida na significação de sistemas de representação, por meio de processos criativo-comunicacionais.


Palavras-chave


Comunicação; Ecossistemas Comunicacionais; Arte; Semiótica.

Texto completo:

PDF

Referências


CAPRA, Fritjof. As conexões ocultas – ciência para uma vida sustentável. São Paulo: Cultrix, 2002.

COLFERAI, Sandro Adalberto. Um jeito amazônida de ser mundo. A Amazônia como metáfora do ecossistema comunicacional: uma leitura do conceito a partir da região. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia). Universidade Federal do Amazonas, Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia. Manaus: UFAM, 2014.

GREINER, Christine. O corpo, pistas para estudos indisciplinares. São Paulo: Annablume, 2005.

JANSON, Horst. História da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

LITTLEJOHN, Stephen. Fundamentos teóricos da comunicação humana. Rio de Janeiro: Editora Guanabara, 1988.

MLODINOW, Leonard. Subliminar - Como o inconsciente influencia nossas vidas. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

MONTEIRO, Gilson Vieira; ABBUD, Maria Emília de Oliveira Pereira; PEREIRA, Mirna Feitosa (orgs.). Estudos e perspectivas dos ecossistemas na comunicação. Manaus: Edua/Ufam, 2012.

PAES LOUREIRO, João. A conversão semiótica: na arte e na cultura. Belém: Edufpa, 2007.

PROUS, André; RIBEIRO, Loredana. Arte Rupestre Pré-histórica: imagens fixas, significados mutáveis. Curitiba: Zencrane, 2007.

SACKS, Oliver. O homem que confundiu sua mulher com um chapéu e outras histórias clínicas. São Paulo: Cia. das Letras, 1997.

SALLES, Cecília Almeida. Gesto inacabado: processo de criação artística. São Paulo: Intermeios, 2012.

SALLES, Cecília Almeida. Arquivos de Criação: arte e curadoria. São Paulo: FAPESP/ Ed. Horizonte, 2010.

SANTAELLA, Lucia. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.

SANTAELLA, Lucia. Matrizes da linguagem e pensamento: sonora, visual, verbal. São Paulo: Iluminuras/FAPESP, 2001.

SANTAELLA, Lucia. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 2007.

SANTAELLA, Lucia. Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005

SANTAELLA, Lucia; NÖTH, Winfried. Imagem, cognição, semiótica e mídia. São Paulo: Iluminuras, 1999.




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v10i10.9804

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC 
Universidade Federal Fluminense - UFF
Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510
e-mail: pmc.ega@id.uff.br
Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681