RETÓRICA DOS ESTEREÓTIPOS, PRÁTICAS DISCURSIVAS E PERFORMANCES CONTEMPORÂNEAS

Autores

  • Bruno Deusdará UERJ
  • Guilherme Nery

DOI:

https://doi.org/10.22409/ppgmc.v11i3.9841

Resumo

Em uma rápida e intensa alteração das configurações do debate público na cena republicana brasileira, temos observado a emergência insistente e reiterada da atualização de estereótipos e imagens cristalizadas tradicionais excludentes que ora se reforçam, ora se inscrevem em performances de combate. Esse redimensionamento, que se realiza pela intensidade de traços conservadores e excludentes, parece apropriar-se de modo singular das práticas discursivo-midiáticas, necessitando ser mais bem entendido, a partir de uma torção da compreensão a respeito da trajetória recente de consolidação das lutas por direitos empreendidas pelas chamadas minorias. Se essa torção se caracteriza, como aponta Rancière, pelo pretenso “combate à inflação dos direitos sociais”, fica evidente seu vetor autoritário e restritivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Deusdará, UERJ

UERJ

Downloads

Publicado

2017-12-20

Como Citar

Deusdará, B., & Nery, G. (2017). RETÓRICA DOS ESTEREÓTIPOS, PRÁTICAS DISCURSIVAS E PERFORMANCES CONTEMPORÂNEAS. Revista Mídia E Cotidiano, 11(3), 1-5. https://doi.org/10.22409/ppgmc.v11i3.9841