Identidade: singularidade: conceitos presentes na arte

Paula Ávila Kepler

Resumo


O artista com enfoque político, em sua crítica, precisa cada vez mais
recorrer ao conhecimento transdisciplinar da produção do sujeito no meio cultural e socioambiental. Os conceitos de identidade e singularidade envolvem nuances e complexidades. Não poderia simplesmente contrapor identidade à diferença, como dois polos opostos e excludentes, quando as inter-relações são menos dicotômicas ou homogêneas, mesmo porque a realidade não o é. Trata-se de um debate relacionado às formas de pensar a construção de um sujeito. O artigo levanta questões fora do campo institucionalizado da tradição artística, gerando uma reflexão sobre as diferenças, quase labirínticas, presentes na arte conceitual.


Palavras-chave


identidade; singularidade; arte

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Oswald. Utopia antropofágica. Obras completas de Oswald de Andrade. 4ª Ed. São Paulo: Globo, 2011.

CANTON, Katia. Da política às micropolíticas. 1ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

DELEUZE, Gilles; GUATARRI, Félix. Mil Platôs – capitalismo e esquizofrenia. Volume 4, 1ª Ed. Rio de Janeiro: Ed.34, 1997.

GUATTARI, Félix, ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. 10ª Ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Thomaz Tadeu da Silva e Guaraci Lopes Louro. 10ª Ed. Rio de

Janeiro: DP&A, 2005.

RAVEL, Judith. Discionário Foucault. Tradução: Anderson Alexandre da Silva; Revisão técnica: Michel Jean Maurice Vincent. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2011.




DOI: https://doi.org/10.22409/poiesis.1626.207-220

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Paula Ávila Kepler