NARRATIVAS DE IDENTIDADE: AS ‘COMING OUT STORIES’ COMO UM DISCURSO DE RESISTÊNCIA

Anna Elizabeth Balocco

Resumo


O gênero coming out stories representa uma "narrativa de transgressão" (CALDAS-COULTHARD, 1996, p. 256), associadas a afirmação pública de uma identidade sexual que, para muitos ainda, é vista como transgressora (GIDDENS, 1992, p. 23). Por outro lado, o gênero constrói um novo sujeito do discurso, ao codificar um conjunto de práticas sociais através das quais o sujeito homoerótico se representa para si próprio e para outros. Nesta pesquisa, apresento uma análise de depoimentos publicados na Revista Época, que fazem parte de uma matéria de capa, intitulada "As homossexuais brasileiras ocupam espaço público e afirmam sua orientação sexual com dignidade". Meu argumento principal é o de que o padrão de articulação de discursos (CHOULIARAKI; FAIRCLOLlGH, 1999, p. 58) nas narrativas analisadas inscreve essas mulheres como o Outro de discursos hegemônicos sobre o gênero e sobre a orientação sexual. No entanto, embora elas sejam inscritas duplamente, suas narrativas representam um desafio às fronteiras demarcadas por "discursos competentes" (CHAUL 2000, p. 7), constituídos para apagar as diferenças culturais, étnicas, linguísticas, de gênero ou de orientação sexual.


Palavras-chave


Identidade. Discurso. Homoerotismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.v8i14.33454

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:

Portal de Periódicos da UFF

Latindex Porbase Google Acadêmico Diadorim Periódicos Capes EZB DOAJ Sumários.Org ErihPlus


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.